News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Terça-Feira, 22 de Junho de 2021

Livre

Xiaomi diz que seu novo carregamento rápido completa bateria do celular em 8 minutos

Segundo a fabricante, sistema conhecido como HyperCharge atingiu tempo ao levar carga de uma unidade modificada do celular Mi 11 Pro de zero a 100%.
Segunda-Feira, 31 de Maio de 2021 - 16:09

A Xiaomi anunciou no último domingo (30) que conseguiu completar o carregamento de um celular em 8 minutos com uma nova tecnologia.

Segundo a empresa, o resultado foi alcançado ao utilizar um sistema de carregamento de 200 W, conhecido como HyperCharge.

O teste foi feito em uma unidade modificada do smartphone Mi 11 Pro com bateria de 4.000 mAh e levou em conta o tempo para carregá-lo de zero a 100%.

A fabricante afirmou que, no carregamento com fio, o celular levou 44 segundos para alcançar 10% e cerca de 3 minutos para chegar a 50%.

Ainda de acordo com a Xiaomi, sua solução levou 15 minutos para completar a bateria do celular no carregamento sem fio.

A empresa afirmou que, neste caso, foi possível alcançar 10% da bateria em pouco mais de 1 minuto. O nível da bateria chegou a 50% em 7 minutos.

Disputa no carregamento

O avanço no sistema de carregamento da Xiaomi marca um novo capítulo na briga das fabricantes por quem promete ajudar usuários a economizarem mais tempo.

A fabricante Oppo, por exemplo, possui uma solução de carregamento rápido de 125 W e afirma que ela consegue completar uma bateria de 4.000 mAh em 20 minutos.

A Nubia, outra empresa de smartphones, alega que seu sistema de carregamento de 120 W consegue completar bateria de 4.500 mAh em 17 minutos.

A própria Xiaomi apresentou em 2019 um sistema de 100 W que poderia carregar baterias de 4.000 mAh em 17 minutos.

Apesar dos avanços, é importante lembrar que estas soluções demoram para chegar ou, em alguns casos, sequer são levadas aos consumidores.

Fonte - 20 - Por G1

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.