News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Quinta-Feira, 24 de Junho de 2021

Livre

Com confiabilidade em alta, Rondônia atrai grandes investidores para a região do Vale do Jamari

Rondônia teve a maior nota na avaliação em transparência em dois rankings: nacional e internacional.
Segunda-Feira, 31 de Maio de 2021 - 14:57

Com solo fértil e clima favorável com o volume de chuvas ideal, Rondônia tem sido considerado por muitos investidores como terra de oportunidades. É o cenário ideal para o agronegócio que se completa com o interesse do Governo do Estado: desenvolver Rondônia em todos os aspectos. Tanto que o eixo de desenvolvimento econômico e social, no qual integra o agronegócio, é uma das áreas que tem recebido atenção especial do governador Marcos Rocha.

“Rondônia vem lutando para melhorar a meta definida pelo Ministério da Economia e só agora conseguimos alcançar a classificação triplo “A”,  que significa solidez fiscal, segurança de investimento e capacidade de pagamento que resulta em mais confiança ao investidor. Desde o início do nosso Governo mais de 600 empresas nos procuraram para se instalar aqui em Rondônia”, destacou o governador durante o ato de inauguração de uma empresa de grande porte no município de Alto Paraíso, mas que atua na área do agronegócio em toda a região do Vale do Jamari com ferramentas que vão desde o plantio até a colheita, garantindo o máximo em economia e produtividade.

A empresa oferece aos pequenos e médios produtores rurais da região serviços como: amostragem de solo eficaz, análise laboratorial, indicação agronômica, assessoria técnica, acompanhamento do plantio à colheita, com GPS e drone, mensuração de resultados, além de possuir uma equipe de campo especializada e compromissada com o resultado.

ESTRUTURA

Rondônia teve a maior nota na avaliação em transparência em dois rankings: nacional e internacional. Por isso, ainda durante a inauguração da empresa, o governador Marcos Rocha falou sobre os projetos e programas que o Poder Executivo vem implantando para desenvolver os 52 municípios do Estado, que são o “Tchau Poeira”, “Governo na Cidade” e “Governo no Campo” que demonstram a transparência do Executivo Estadual na aplicação de recursos na ordem de mais de R$ 824 milhões em várias frentes de trabalho, com obras de qualidade, além do Programa de Apoio às Micros e Pequenas Empresas e Empreendedores de Pequenos Negócios (Proampe) direcionado aos micros e pequenos empresários.

Uma das obras que deve receber atenção especial na região de Alto Paraíso é a da ponte sobre o rio Jamari, levada pela enchente em 2019 e desde então, o Governo vem trabalhando para substituir e melhorar o acesso ao município, que é feito por balsa. Durante a visita a Alto Paraíso, o governador Marcos Rocha anunciou que a licitação foi concluída e a obra deve iniciar nos próximos 90 dias. Mas, de imediato, o chefe do Executivo afirmou que o Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes (DER) vai trabalhar na recuperação da RO-458, estrada de acesso ao município de Alto Paraíso.

O prefeito do município, João Pavan, comemorou a notícia e agradeceu o empenho do governador Marcos Rocha em desenvolver a região. “Isso ajuda a atrair grandes investidores. Essa empresa que se instalou aqui em Alto Paraíso só ajudou nossa cidade a crescer. Antes mesmo da instalação já vinha gerando mais de 70 empregos diretos e agora vai gerar muito mais. Os investimentos com tecnologia aumentam a produtividade da soja e outros produtos, que hoje tem mais de 25 mil hectares de lavoura plantada no município”, destacou o prefeito.

INVESTIMENTOS

O gestor da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), Evandro Padovani destacou: “o potencial de investimentos que Rondônia tem é devido a seriedade com que o Governo do Estado tem tratado o agronegócio e a credibilidade do governador Marcos Rocha de aplicar recursos economizados em infraestrutura para desenvolver o Estado. Rondônia tem sido destaque nacional de produtividade no setor, com oito milhões de hectares usados pela agropecuária e cinco milhões para a produção agrícola. Foi ainda reconhecido por ter rebanho bovino livre de febre aftosa sem vacinação, assim Rondônia só tem a crescer e atrair novos investimentos”, salientou o secretário.

Na opinião do empresário, Anderson Brito, um dos proprietários da nova empresa, a região do Vale do Jamari, realmente tem um potencial enorme. “Nossa empresa veio para cá devido a essa expectativa de crescimento. Aqui temos toda a estrutura logística, com nossa fazenda modelo para atestar a qualidade dos produtos oferecidos pela empresa aos produtores da região, tudo o que usamos na fazenda pode ser aplicado em outras propriedades no plantio não somente de soja e milho, mas também de outros produtos”.

POTENCIAL

Entre os produtores rurais já atendidos pela empresa está Alismar Dantas, que tem propriedade no município de Cujubim, um dos que integram a região do Vale do Jamari. “Nos plantamos soja, arroz e milho e acreditamos no plantio rotacionado. Com tecnologia conseguimos uma produtividade maior”, comenta o produtor rural que ressaltou o apoio do Governo de Rondônia no agronegócio, por entender o que o setor representa para todo o país.

A Associação de produtores de soja e milho (Aprosoja) também acredita na produtividade com sustentabilidade. De acordo com a diretora regional da Aprosoja, Antoniele Bottoli, que também e produtora rural em Alto paraíso, “a proposta é aumentar a produtividade sem necessariamente aumentar a área plantada no município. E para isso a tecnologia e fundamental”, complementa.

Esse diferencial tem atraído investidores para o Estado. O diretor comercial da mais antiga empresa de sementes de soja do Brasil, Ideraldo Lazarin, explica que, “a empresa fornece produtos para todo o país e enxerga em Rondônia um potencial que não tem em outros estados. Rondônia está para o Brasil, assim como o Brasil está para o mundo na produção de alimentos”, ressalta o empresário.

Essa visão é embasada por outro sócio da empresa que acaba de se instalar em Alto Paraíso, José Carlos: “Nós estamos aqui na região há cinco anos, começamos com gado e agora partimos para os grãos. Vimos que Rondônia tem a condição ideal para abastecer o mercado nacional e internacional. Nós vendemos para a China e outros países. Temos a expectativa de expandir os nossos produtos. Vamos produzir aqui o feijão chinês já no ano que vem”, comentou o produtor rural, destacando o diferencial alcançado por Rondônia a partir da iniciativa do Governo em desenvolver e apoiar o agronegócio.

Fonte - 010 - SECOM - GOV/RO

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.