News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Domingo, 16 de Maio de 2021

10 anos

VEJA VÍDEO - Pastor da Quadrangular em Rondônia afirma que foi preso, e que acusação de estupro é infundável

Segundo denúncia, o pastor teria abusado de uma fiel.
Quarta-Feira, 28 de Abril de 2021 - 17:22

A notícia de que um pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular no município de Cacoal/Rondônia, teria sido preso na tarde de terça-feira 27, suspeito de ter abusado de uma fiel deixou a população perplexa. Após um jornal local divulgar o fato, o pastor utilizou as redes sociais para esclarecer o caso.

O caso em questão foi divulgado no blogpainel (painel político), citando que pastor Renato Aparecido Castorino, foi alvo de prisão da Polícia Civil, pois há um processo tramitando no Tribunal de Justiça de Rondônia.

A DENÚNCIA


No processo que tramita no TJRO, há uma denúncia que o pastor teria constrangido, mediante violência, a vítima V.L.F, a praticar ou permitir que com ele se praticasse ato libidinoso diverso da conjunção carnal.

O RELATO


O TJ, extraiu que o denunciado é pastor da igreja onde o casal frequenta, e considerando as crises no casamento, o esposo solicitou que o pastor passasse a conselhar V.L.F. Todavia, além da assistência prestada, o suspeito passou a tratar a vítima com intimidade. Na data do fato, o pastor levou V.L.F para casa, e após um jantar, solicitou que ela sentasse no banco da frente e disse, “eu estou realmente louco por você, tive um sonho fazendo amor com você”. Em Ato contínuo, o pastor passou a mão na coxa da vítima e pediu-lhe um beijo, o que foi negado por ela. Diante da negativa, Renato a puxou com força e beijou sua boca e pescoço. Após, pediu perdão e foi embora. Por volta da meia-noite, o denunciado retornou à residência da vítima, azo em que, utilizando-se da sua força física, passou a beijá-la e acariciá-la sem sua concordância. Em seguida, também valendo-se da força, passou a mão nas partes íntimas de V.L.F a e friccionou seu órgão genital contra ela. Após a insistência da vítima para que o denunciado cessasse a conduta, o pastor acabou deixando o local.

ESCLARECIMENTO


O pastor ao saber que seu nome estava sendo veiculado na imprensa, gravou um vídeo, a fim de esclarecer o caso.

"Estou sendo acusado de algo infundável. É fato, é verdade, que fui preso e parei na delegacia, porque não me encontraram no meu endereço. O caso em questão, não foi sentenciado nem julgado. Peço orações, e estou aqui com a minha família. Aquilo que eu fiz, que ficou no passado não compete a mim mais, pois estou avançando para o alvo, que é Cristo Jesus", finalizou.

 

A IGREJA


O jornal eletrônico tentou contato com a supervisão geral no estado, mas sem sucesso. Caso as partes citadas queiram se manifestar, o espaço está aberto.

Fonte - Newsrondonia

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.