News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Domingo, 16 de Maio de 2021

Livre

Ponte vai esperar 17 dias por Bolsonaro. e a grande surpresa pode ser a iluminação não programada

PERGUNTINHA: Nos mapas nacionais, Rondônia aparece como último Estado em relação às pessoas vacinadas. A Agevisa contesta e diz que, em número de doses aplicadas (primeira e segunda), nosso índice está entre os maiores do país. Qual das duas informações você considera mais correta?
Quarta-Feira, 21 de Abril de 2021 - 08:02

A ponte sobre o rio Madeira, na Ponta do Abunã infelizmente não será aberta tão cedo ao público. O primeiro motivo, pelo lado ruim, é que, embora até o final da terça-feira não tenha sido confirmado oficialmente, a inauguração oficial pode ser transferida do próximo dia 29, para 7 maio, por problemas na agenda do presidente Jair Bolsonaro e, só depois da festividade, haveria autorização para o início do tráfego. No outro lado da moeda, o novo atraso da obra, que já está  totalmente pronta, seria por uma causa das mais importantes. Dnit, do governo federal; Emdur, da Prefeitura de Porto Velho e a Energisa, empresa privada responsável pela distribuição de energia no Estado, estão negociando para a implantação de um sistema de iluminação na ponte, o que poderia acontecer até antes da inauguração oficial. Isso seria uma surpresa total, caso se tornasse realidade, porque no projeto original e mesmo depois das modificações feitas durante o andamento da obra, não havia qualquer previsão de que ela fosse iluminada. A Presidência da República, contudo, ainda não confirmou oficialmente a mudança da data de inauguração. O Dnit não oficializou a colocação de postes e iluminação. O diretor geral do Dnit, André Lima dos Santos, até o anoitecer da terça, ainda não tinha recebido nenhuma informação sobre a mudança. Existia apenas informação extra-oficial de que a Jair Bolsonaro só poderia vir no dia 7 de maio, uma sexta-feira e não mais no dia 29 deste mês, como estava projetado há várias semanas. Inclusive o roteiro da comitiva presidencial já estava organizado, com chegada prevista para às 10h30 da manhã no aeroporto Jorge Teixeira e depois, numa viagem de helicóptero até a ponte.

O que surpreende, em relação à ponte, é que, quando se anuncia a transferência oficial da inauguração, a obra, totalmente pronta, só poderia ser aberta ao trânsito depois da inauguração oficial. Ou seja, uma obra gigantesca, de enorme importância para o país e para a região, teria que ficar fechada durante por mais 17 dias, apenas para aguardar sua abertura, numa solenidade com o Chefe da Nação. Se fosse só isso, se poderia reclamar, porque não é possível que uma ponte gigantesca, ao custo de quase 200 milhões de reais, que demorou anos para ser concluída, ainda teria que ficar fechada apenas para receber autoridades e seus discursos. Mas, com a nova informação de que o atraso também teria relação com a instalação de um sistema de iluminação, ao menos ameniza essa decisão política de esperar pelo Presidente tanto tempo, com a ponte já pronta para receber tráfego. O que se espera, agora, nessa reta final, que os três envolvidos nas negociações pela luz na ponte (Dnit, Emdur e Energisa), consigam concretizar esse projeto, fazendo uma grande surpresa agradável aos futuros usuários de uma das mais importantes obras federais construídas no Estado e na região norte em anos.

CARLA ZAMBELLI RASGA ELOGIOS AO GOVERNO RONDONIENSE

“Com equilíbrio financeiro e contas em dia, Rondônia obtém nota A nos levantamentos da transparência do Tesouro Nacional. O equilíbrio financeiro e as contas em dia, deram ao Estado de Rondônia a confortável primeira posição nos levantamentos da Transparência do Tesouro Nacional. Parabéns ao governador Coronel Marcos Rocha”. Tão bolsonarista quanto Rocha e uma figura de destaque na política nacional, a deputada federal Carla Zambelli publicou esse elogio ao nosso Estado e ao atual governo em seu Instagram, onde tem muitos milhares de seguidores. Carla, para quem não recorda, é fundadora do movimento Nas Ruas e ganhou notoriedade pelo ativismo em favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Nas eleições de 2018, elegeu-se deputada federal por São Paulo, pelo PSL, somando mais de 76 mil votos. No twitter, onde também  tem milhares de seguidores, Carla foi escolhida, em recente levantamento feito pela Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getúlio Vargas, como a  sexta maior influenciadora digital de direita do país. A análise foi feita para o primeiro trimestre (de 1º de janeiro a 24 de março). Nesse período a deputada teve 45.071 tuítes e retuítes.

THIAGO FLORES VOLTA EM 22, QUERENDO VAGA NA CÂMARA FEDERAL

Vem aí uma candidatura de peso, que certamente vai tirar o sono de alguns dos componentes da atual bancada federal de Rondônia. Trata-se do ex-prefeito de Ariquemes, Thiago Flores, que nesse final de semana, em entrevista ao site Extra de Rondônia, confirmou sua pré candidatura ao Congresso no ano que vem. Thiago tinha uma reeleição garantida como prefeito de Ariquemes, quando decidiu não concorrer a um segundo mandato, para se dedicar à família e ao primeiro filho, à época recém-nascido. Apoiou Carla Redano, que entrou na disputa na última hora e conseguiu agregar, em torno dela, importantes lideranças da sua cidade, conquistando a Prefeitura. Enquanto isso, Thiago voltou à sua vida profissional, na Polícia Civil, comandando as equipes do interior, mas não abandonou a política. No ano que vem, disputará uma cadeira na Câmara Federal, até porque considera que a região de Ariquemes e imediações precisa de uma representação mais efetiva e presente na bancada federal. Thiago, que teve uma administração muito bem sucedida e é bom de voto, acha que pode ser esse nome para representar o rondoniense da sua cidade e de todas as outras. Ele vai concorrer pelo Republicanos, com o apoio dos Redano, seus correligionários.

DNIT FAZ DE NOVO OBRA NA RÓTULA QUE JÁ FEZ HÁ SEIS MESES

No mesmo lugar! Há pouco mais de seis meses, empresa contratada pelo Dnit consertou um enorme buraco na rótula da Migrantes com a Jorge Teixeira (BR 319). Na ocasião, sem sinalização alguma e sem orientação de trânsito, o local se tornou um caos, até que a obra fosse concluída e toda a área liberada aos veículos novamente. Nesta terça, tudo de novo, Um trabalho feito recentemente teve que ser todo refeito, porque abriu um buracão exatamente no mesmo local. O trânsito continuou caótico, embora dessa vez tenha sido colocado um guarda de trânsito para orientar os motoristas. Mas, antes da obra, não havia qualquer aviso, para que os pesados caminhões e os carros que transitam naquela área pudessem desviar, para fugir do grande congestionamento. O sacrifício dos motoristas é grande, mas se o buraco não precisar ser tapado a cada seis meses e ali for feito um serviço decente, definitivo, valerá a pena. O que não se compreende é porque a obra já não foi feita com esmero e qualidade, para não precisar fazer tudo de novo!

CAPITAL JÁ APLICOU MAIS DE 95 POR CENTO DE VACINAS RECEBIDAS

Os números são desencontrados. No site da Sesau, é um. Do Ministério da Saúde é outro. Por isso, a Prefeitura de Porto Velho divulgou, oficialmente, os números oficiais de doses de vacinas que aplicou até esta terça, dia 20. São os seguintes: foram recebidas 91.097 doses de vacinas. Foram aplicadas 47.561 na primeira dose e 12.822 da segunda dose, totalizando 60.383 aplicações no  braço do porto velhense. Das 30.696 doses restantes, 17.240 são vacinas destinadas para a segunda dose, atendendo orientação do Ministério da Saúde. Outras 5.677 estão separadas para aplicação na atual campanha de vacinação para primeiras doses em idosos de mais de 60 anos, tanto na cidade como nos distritos. Toda essa soma representa um total de 83.300 vacinas. Faltam ainda inserir no sistema outras 3.470 doses aplicadas na última campanha, chegando então a 86.770. Ou seja, até a terça, já havia sido aplicado um percentual de 95,2 por cento do total de doses recebidas.

NO MEIO DA SEMANA, FAZER FERIADO É O MAIS IMPORTANTE!

No meio da semana, poucos dias depois do comércio poder voltar a reabrir, tem um feriado. Para tudo no país. Para tudo em Rondônia. Lojistas e donos de restaurantes, que recém começavam a respirar um pouco, tem que fechar novamente suas portas, paralisando tudo de novo, pouco mais de 96 horas do novo decreto de abertura. É assim nosso país: não importa o que esteja acontecendo de ruim, não importam enchentes, tragédias, pandemias. O que está acima de tudo é o feriado. Para muitos, os que podem, os que têm seus salários garantidos no final do mês; para os que não precisam vender o almoço para poder jantar, não há qualquer problema. Mas para a grande maioria da população, para os trabalhadores que não têm onde caírem mortos, se não trabalharem da madrugada até a noite, ah!, esses estão ferrados. Embora a homenagem ao nosso único herói, Tiradentes, seja justíssima, não seria ótimo homenagear a memória dele dando duro, produzindo, tornando nosso país melhor e mudar o feriado para um domingo, por exemplo? Ah, mas isso seria um absurdo. Feriado no meio da semana é o que importa!

ÍNDIOS: MAIS DIGNIDADE, RESPEITO E MENOS DISCURSOS FAJUTOS

A Casa do Índio em Porto Velho não é uma casa. É uma pocilga. É uma vergonha, a que se assiste de braços cruzados, pelo abandono do local há muitos e muitos anos. Agora, tomada por cobras e outros bichos, com esgoto a céu aberto, sem água potável, com a energia elétrica cortada, a antiga Casa que abrigava índios de várias etnias, quando vinham à Capital, se transformou um monumento ao desrespeito e à tragédia que se abate sobre esses povos, que recebem muitos discursos e homenagens, mas que, na vida real, são tratados como se não fossem seres humanos. O Ministério Público Federal, até que enfim, decidiu entrar com tudo na história e exigir solução tanto da Funai (para que ela serve mesmo?), como dos governos federais, estaduais e municipal. Mas isso já foi feito em várias ocasiões, nos últimos anos, sem que houvesse qualquer ação concreta para tornar a Casa do Índio num local decente e que pudesse abrigar mesmo nossos indígenas. Eles, os índios, já encheram o saco de discursos vazios e homenagens pífias. Querem é ser tratados com dignidade e não como um estorvo. A Casa do índio é uma vergonha!

COQUETEL DE REMÉDIOS QUE SALVOU TRUMP É APROVADO PELA ANVISA

Se o assunto não for politizado, se o presidente Bolsonaro não inventar de dar pitaco (porque se apoiar a iniciativa, a oposição e a grande mídia destroem a iniciativa), em breve começam a serem usados dois medicamentos contra a Covid 19 no Brasil, Ambos foram aprovados pela Anvisa, para uso emergencial. A combinação de anticorpos monoclonais chamados Casirivimabe e Imdevimabe são usados num coquetel chamado de RegenCov. Ele não previne a doença, mas ajudou muito a conter o agravamento da doença, principalmente em pacientes com fatores de risco. O lado negativo e que pode influenciar para que muitas críticas contra o uso deste novo medicamento sejam proferidas, pela mídia aparelhada, é que é o mesmo coquetel usado pelo ex-presidente americano Donald Trump. E pior: ele disse que foi a ingestão desses remédios que o salvaram de ter uma forma mais dura da doença. Trump se recuperou em poucos dias. Segundo a Anvisa, "a indicação dos medicamentos é para quadros leves e moderados da doença, em adultos e pacientes pediátricos (12 anos ou mais) com infeção por Sars-CoV-2 confirmada por laboratório, e que possuem alto risco de progredir para formas graves.

PERGUNTINHA

Nos mapas nacionais, Rondônia aparece como último Estado em relação às pessoas vacinadas. A Agevisa contesta e diz que, em número de doses aplicadas (primeira e segunda), nosso índice está entre os maiores do país. Qual das duas informações você considera mais correta?

Fonte - Sergio Pires/NewsRondonia

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.