News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Domingo, 16 de Maio de 2021

Livre

Demanda por energia no Norte cresce acima do resto do país

Em Rondônia, agronegócio e residencial urbano, com regularização de unidades clandestinas, puxam a demanda, segundo a Energisa
Segunda-Feira, 19 de Abril de 2021 - 15:45

Dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) mostram que entre 2018 e 2020, o consumo de energia em Rondônia cresceu 6%, muito acima do consumo nacional, que avançou apenas 0,6% no mesmo período. E a tendência é continuar aumentando acima da média. Em abril, o incremento da região Norte do país no Sistema Interligado Nacional (SIN) deverá ser 20,9% maior, segundo o boletim do Programa Mensal de Operação (PMO) do órgão.

Segundo o setor de Planejamento e Orçamento da Energisa, este crescimento é percebido principalmente no aumento do consumo residencial urbano, rural e também na indústria do agronegócio, frigoríficos, laticínios, beneficiamento e armazenamento de grãos. O planejamento dos investimentos da empresa visa atender essa demanda com qualidade.  “A Energisa vem investindo na melhoria e ampliação da capacidade do sistema em Rondônia. Até o fim de 2021, a concessionária terá duplicado a extensão de linhas de alta tensão desde a sua chegada. São mais 1 mil quilômetros desde a sua chegada. Também vai ampliar a capacidade do sistema em 400 MW, que abastecem 150 mil famílias de maneira permanente, além da construção e melhoria em subestações. Esse índice equivale a mais duas Porto Velhos”, disse Ítalo Martins, gerente de Planejamento e Orçamento da Energisa em Rondônia.

Para 2021, segundo a previsão do ONS, da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), o consumo de energia no país crescerá 3,4% em relação a 2020. A equipe de planejamento de mercado e estudos elétricos da Energisa Rondônia prevê um crescimento de 7% no estado no mesmo período, quase o dobro da estimativa nacional.

Para o professor da Universidade Federal de Rondônia (UNIR) e economista, Otacílio Moreira, o crescimento da oferta de energia elétrica é essencial para uma forte retomada da economia pós-Covid. “Rondônia possui forte potencial de atração de novos negócios, sobretudo de novas indústrias, mas para todas as atividades, do agronegócio ao setor de serviços, é extremamente importante o setor de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica”, afirmou Moreira.

Planejamento

Pensando justamente nessa retomada da economia pós-pandemia e chegada de novas empresas em Rondônia, a Energisa se preparou e vai investir R$ 747,5 milhões de reais em 2021. A quantia se somará aos mais de R$ 1 bilhão aplicados nos anos de 2019 e 2020 e faz parte de um plano para transformar a infraestrutura elétrica do estado. Depois de entregar 10 novas subestações no eixo da rodovia BR-429 em 2020, a empresa prevê inaugurar outras 20 unidades esse ano, sendo 13 totalmente novas e sete ampliações.

Fonte - Tamiris Barcellos Ribeiro Garcia

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.