News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Sexta-Feira, 14 de Maio de 2021

Livre

Fim de uma era: entre imóveis e sucatas, justiça avalia leilão dos bens do grupo Gonçalves em 114,7 milhões

Além de terrenos na rua Almirante Barroso, e avenida Jorge Teixeira, com também o imóvel rural Cergon na br-364 e Granapon.
Terça-Feira, 13 de Abril de 2021 - 12:39

O sonho que nasceu de uma pequena loja de secos e molhados na cidade de Jarú, por volta de 1977, e com o tempo se expandiu para Porto Velho, cidades do interior de Rondônia e até no vizinho Acre, cerca de 44 anos depois, a rede de supermercados “Gonçalves”, do empresário José Gonçalves definitivamente chegou ao fim de uma era atravessando uma grave crise judicial.


av. calama - Porto Velho

Na última segunda-feira (12) teve início a abertura do leilão eletrônico com três chamadas. Entre os bens estão os imóveis onde antes funcionavam as lojas presenciais como as das avenidas Guanabara, Jatuarana, Abunã, Calama, e Raimundo Cantuária. Além de terrenos na rua Almirante Barroso, e avenida Jorge Teixeira, com também o imóvel rural Cergon na br-364 e Granapon.

Os imóveis localizados no interior, segundo informação, haviam sido vendidos e as dividas já liquidadas. Mas até o ano passado um representante do grupo chegou a informar, que os prédios de Buritis, Ji-Paraná, Ariquemes e Rio Branco não iriam a leilão, pois não configurava no CNPJ da massa falida. A estimativa é que a venda de todos os nove bens recolha por volta de R$ 114,7 milhões. 

Como não conseguiu se recuperar financeiramente, os donos declararam falência do grupo em 2019. Na época, cerca de 1 mil funcionários foram desligados sem receber salários e direitos trabalhistas, o que resultou ao grupo um processo judicial no Tribunal do Regional do Trabalho (TRT/RO-AC). Parte da venda dos imóveis R$ 22 milhões será destinada para pagar os ex-funcionários.

Fonte - News Rondônia

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.