News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Quinta-Feira, 06 de Maio de 2021

Livre

Jaime quer agro pensando 2022 com Bolsonaro

O empresário Jaime Bagattoli, que chegou perto de ocupar uma vaga de senador ao lado do presidente Jair Bolsonaro na última eleição.
Terça-Feira, 13 de Abril de 2021 - 10:27

O presidente do  grupo BAGATTOLI,  do agronegócio de grãos e  pecuária de corte em Rondônia,  disse,  que chegou o momento  de todos os setores produtivos do Brasil alinharem discursos e atitudes para uma pauta positiva, com as vacinas e o pós  COVID19, tudo visando garantir a retomada dos empregos em geral, a reabertura dos pequenos  comércios, além da volta ao microcrédito com os incentivos aos empreendedores informais, à agricultura  familiar, tudo como base da estabilidade econômica.

O empresário Jaime Bagattoli, que chegou perto de  ocupar uma vaga de senador ao lado do  presidente Jair Bolsonaro na última  eleição,  volta cobrar posição firme do  setor do agronegócio já, em defesa do governo federal,  visando atrair  novos  rumos e afastar de vez o mostro socialista que desvastou a Venezuela, que está  corroendo  a economia e a agricultura na Argentina e nos deixou marcas negativas no Brasil,   nos 14 anos de esquerda.

O presidente Bolsonaro  tem feito o possível e o impossível  para  garantir  estabilidade econômica,  num mundo contubardo com essa pandemia.  Chegou o momento das lideranças empresariais dos setores produtivos ergueram suas  vozes pelo Brasil. " Estamos apenas há um  ano da abertura da discussão da reeleição,  não  podemos permitir  que as forças  negativas  socialista,  dos malfeitores dos cofres públicos,  agora, teimam em usurpar da esperança do Brasil  continuar crescendo". 

Numa visão  clara, o ex candidato a senador do agronegócio,  lembrou ainda os grandes feitos deste atual governo, que  liberou RS 1 trilhão  e 300 bilhões  para Estados e municípios, além de garantir auxílios emergências extras para próximo de 67 milhões  de brasileiros.

"O nosso  olhar tem que estar voltados  para  a política do  ministro da economia  Paulo Guedes, para as obras estruturantes do ministro Tarciso de Freitas e para  a segurança nas exportações brasileiras do agronegócio, muito bem  gerenciado pela ministra da agricultura Tereza Cristina", aceverou o presidente do grupo Bagattoli.

Fonte - 010 - Assessoria Empresarial

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.