News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Sabado, 10 de Abril de 2021

Livre

VACINA: Governo de Rondônia inicia vacinação aos profissionais da Segurança Pública da linha de frente contra a Covid-19

Marcos Rocha fez questão de acompanhar a primeira etapa da vacinação dos policiais que atuam na linha de frente conta a Covid-19
Sabado, 03 de Abril de 2021 - 20:04

Profissionais que integram as forças policiais e de salvamento, bem como militares das Forças Armadas que atuam diretamente na linha de frente do combate ao coronavírus, em Rondônia, começaram a ser vacinados contra a Covid-19. Para garantir a celeridade na aplicação das primeiras doses destinadas para essas categorias, enviadas pelo Ministério da Saúde, o Governo do Estado realizou na manhã deste sábado (3) uma força tarefa de imunização, no formato drive thru, ocorrida no estacionamento do Palácio Rio Madeira.

A inclusão das forças policiais, de salvamento e Forças Armadas nos grupos prioritários do Plano Nacional de Imunização (PNI), contra a Covid-19, desde o ano passado vinha sendo pauta de solicitação do Governo de Rondônia junto do Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde. Na última quarta-feira (31 de março), foi anunciada a tão almejada notícia por parte desses profissionais, com a publicação da Nota Técnica nº 297, do Ministério da Saúde garantindo a inclusão no PNI, enfatizando que serão atendidos os profissionais que estão envolvidos nas ações de combate à Covid-19, ordenados por prioridade.

O governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, fez questão de acompanhar durante todo o período de vacinação dos primeiros profissionais das categorias, destacando que nessa primeira etapa estão sendo destinadas 700 doses para se iniciar a imunização, das quais, 240 doses foram utilizadas na manhã deste sábado (3), em Porto Velho.

Marcos Rocha enfatiza a importância do presidente da República, Jair Bolsonaro, garantir a inclusão desses profissionais no Programa Nacional de Imunização, pois fazem parte dos grupos que diretamente se expõem aos riscos de contágio. O governador esteve em Brasília durante a última semana para tratar de assuntos relacionados ao enfrentamento do coronavírus.

“Seguindo o Plano Nacional de Imunização, havia a preocupação de como fazer a vacinação de todos os profissionais da segurança pública. Fizemos contato desde dezembro do ano passado e de forma mais marcante no mês de fevereiro deste ano com o Ministério da Saúde para que pudéssemos ter a vacinação. O pedido foi para atender esses policiais das forças de segurança pública que estão na linha de frente das ações contra a Covid-19, ou seja, entram em contato direto com pessoas contaminadas. Isso foi um trabalho em conjunto, mas gostaria aqui de agradecer o nosso presidente Jair Bolsonaro, o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que viabilizaram este momento tão importante para Rondônia”, disse convicto o governador.

O agradecimento a Deus pela vida e chegada da vacina à tropa da Polícia Militar

O documento do Ministério da Saúde garante a inclusão no PNI dos profissionais  que atendem os requisitos: envolvidos no atendimento e/ou transporte de pacientes; envolvidos em resgates e atendimento pré-hospitalar; envolvidos diretamente nas ações de vacinação contra a Covid-19; envolvidos nas ações de vigilância das medidas de distanciamento social, com contato direto e constante com o público independente da categoria.

A diretora da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), Ana Flora Gerhardt, destacou o comprometimento do Governo do Estado pela realização da força-tarefa para o início da imunização dos profissionais. “A Agevisa contactou todos os comandantes das forças de segurança e das Forças Armadas. Foi um trabalho árduo e em menos de 24 horas essa ação se realizou em virtude da competência da Rede de Imunização do Estado de Rondônia favorecendo os policiais, ou seja, os profissionais que estão na linha de frente cuidando da nossa segurança, da segurança da população de Rondônia”, argumenta Ana Flora.

O sargento BM Cláudio foi o primeiro a ser imunizado

PRIMEIRO A SER VACINADO

O sargento do Corpo de Bombeiros Militar, Claudio Roberto, há mais de 11 anos atuando no setor operacional da Corporação, foi o primeiro a ser vacinado em Rondônia, após a inclusão da categoria nos Grupos Prioritários.

“Para nos é uma oportunidade impar de podermos ser agraciado com essa vacina que se torna uma segurança a mais para todos nós que estamos constantemente em contato com o vírus e com pessoas que possam estar acometidas pela Covid-19. E uma segurança a mais para a Segurança Pública do nosso Estado.  Destaco a grande importância do Governo de Rondônia ter engajado nesse objetivo e isso nos deixa mais seguros diante de um quadro de aumento de casos da doença e de óbitos”, enfatizou o sargento.

O governador Marcos Rocha ainda fez um breve comentário do momento destacando ser extremamente necessário, pois garante a proteção dos policiais que estão atuando na fiscalização da Covid-19, como também na proteção da sociedade contra a criminalidade. “Então, dessa forma a vacinação é muito importante e outras etapas serão realizadas”, concluiu o governador também fazendo um rápido comentário sobre as vacinas adquiridas pelo Governo do Estado por meio do consórcio. Segundo ele, tudo está previsto para a segunda quinzena deste mês de abril.

 

Paulo Ricardo Leal

Fotos: Frank Néry

Fonte - secom/gov-ro

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.