News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Domingo, 11 de Abril de 2021

Livre

Comandante da Aeronáutica diz em despedida que foi demitido e que FAB é 'instituição de Estado'

Brigadeiro Bermudez deixa comando após dois anos no cargo. Bolsonaro demitiu ministro da Defesa e decidiu trocar os comandantes de Exército, Marinha e Aeronáutica.
Quarta-Feira, 31 de Março de 2021 - 10:23

O tenente-brigadeiro Antonio Carlos Moretti Bermudez afirmou nesta terça-feira (30) que recebeu como um “bom soldado” a decisão do presidente Jair Bolsonaro de demiti-lo do comando da Aeronáutica. O militar ainda agradeceu aos subordinados que trabalharam ao seu lado e disse que a Força Aérea (FAB) é uma “instituição de Estado”.

Bermudez e os comandantes do Exército, general Edson Pujol, e da Marinha, almirante Ilques Barbosa, foram informados da demissão em uma reunião nesta terça-feira (30) com o novo ministro da Defesa, general Walter Braga Netto. Os substitutos ainda não foram anunciados.

"Na manhã de hoje, tomei conhecimento da decisão do presidente da República, Jair Bolsonaro, de exonerar-me do comando da Força Aérea Brasileira. Recebi essa notícia como um bom soldado, que dedicou 46 anos de sua vida a servir seu país", disse.

Bolsonaro nomeou Bermudez, Pujol e Ilques ao tomar posse como presidente da República em 2019. A saída dos comandantes ocorreu no dia seguinte ao anúncio da demissão do general Fernando Azevedo e Silva do Ministério da Defesa.

“Ao deixar o comando da Aeronáutica, meu sentimento é de gratidão. Gratidão aos que labutaram ao meu lado, direta e indiretamente, para que a Força Aérea, uma instituição de Estado, servisse ao povo brasileiro em todos os seus chamados”, disse Bermudez em um vídeo de despedida.

O brigadeiro disse no vídeo que soube nesta terça-feira (30) da demissão e pediu que os militares acreditem na importância da missão da FAB.

“Portanto, prezados integrantes da Força Aérea, acreditem na relevância da nossa missão que, balizada pelos inarredáveis preceitos constitucionais, coopera para a soberania daquilo que nos cabe: o espaço aéreo”, disse.

Em um balanço, Bermudez destacou o processo de modernização da FAB, com as chegadas do cargueiro KC-390 e do caça F-39 Gripen. O brigadeiro ainda frisou o trabalho da FAB no combate à pandemia do coronavírus com o objetivo único de "salvar vidas".

Fonte - 010 - g1

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.