News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Quinta-Feira, 22 de Abril de 2021

Livre

Cachaça, aglomeração e carteirada, tudo isso em uma única ocorrência com dep. Geraldo da Rondônia, membro da comissão de ética da ALE/RO

Os agentes que faziam parte da operação de fiscalização, abordaram a autoridade, que não gostou de ter sido flagrado naquela situação
Sabado, 20 de Março de 2021 - 19:19

O Dep. Geraldo da Rondônia está inelegível até 2026, já foi alvo de 4 operações policiais, responde por mais de 60 processos de toda a natureza, recentemente teve 30% de seus vencimentos na ALE confiscado pela justiça por conta de condenação de execução de título extrajudicial, mas... apesar de tudo isso, foi escolhido por seu partido o PSC, para ser um dos membros da COMISSÃO DE ÉTICA DA ALE, e está pleiteando de forma veemente, a presidência dessa comissão... é mole ou querem mais?

Já passavam de 22 horas, horário limite para fechamento de bares e lanchonetes como determina o decreto governamental de Nº 25.859 de 06 de março de 2021 e ratificado também por decreto municipal quanto a Vigilância Sanitária se deparou com uma cena inusitada, mas corriqueira em se tratando do personagem.

O deputado estadual Geraldo da Rondônia foi flagrado ingerindo bebida alcóolica em um estabelecimento comercial no centro da cidade.

O comércio em questão, que conseguiu na justiça uma liminar que lhe permite fazer a venda de bebida no local, mas somente até as 22 horas, e estava funcionando fora do horário permitido pelo decreto.

Você sabe com quem está falando?

A frase acima, é manjada, mas o personagem, sempre é o mesmo: Uma autoridade que por conta do cargo acha que está acima da lei, e não está, de maneira nenhuma! Mas estamos falando do deputado Geraldo da Rondônia, reincidente nesse tipo de ocorrência.

Os agentes que faziam parte da operação de fiscalização, abordaram a autoridade, que não gostou de ter sido flagrado naquela situação e tentou “dar uma carteirada” de parlamentar tentando intimidar os fiscalizadores. Não colou, e tanto o deputado quanto o estabelecimento foram notificados e agora vai responder um T.C.O (Termo Circunstanciado de Ocorrência), aliás, mais um na extensa ficha policial do parlamentar.

Fonte - Carlos Caldeira - News Rondônia

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.