News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Segunda-Feira, 19 de Abril de 2021

Livre

O processo de adoção: como funciona?

Já em relação ao processo, em 2019 foi criado o Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento.
Segunda-Feira, 15 de Março de 2021 - 16:33

Alguns casais, e até mesmo pessoas solteiras, por diversos motivos, decidem adotar uma criança quando ao invés de terem filhos biológicos. Contudo, antes de adotar, de fato, uma criança, é preciso passar por diversos processos que irão garantir que você está preparado para se responsabilizar legalmente por outra pessoa.

O primeiro ponto que você deve saber é que o processo é gratuito e não precisa da presença de um advogado. No entanto, sempre orientamos que você contrate este profissional para que ele te auxilie durante o processo.

Além disso, para adotar, você precisa ter, pelo menos, 18 anos e a diferença de idade entre você e a criança deve ser de 16 anos, no mínimo. Ah, também lembramos que você não precisa ser casado para conseguir adotar, uma vez que o estado civil não é algo avaliado durante o processo.

Já em relação ao processo, em 2019 foi criado o Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento. Através dele, é possível realizar um pré-cadastro com a qualificação completa, os dados dos familiares e o perfil da criança desejada.

Ademais, é preciso informar que, recentemente, essa plataforma foi aprimorada. Assim, a partir de agora, também é possível prorrogar a validade das habilitações bem como agilizar o processo de adoção, devido à pandemia provocada pelo Sars-Cov-2.

Processo de Adoção

Para adotar uma criança, é preciso passar por algumas etapas. São elas:

●Juntar os documentos;

●Os documentos são enviados ao Ministério Público para análise;

●Avaliação pela equipe interdisciplinar do Poder Judiciário, para entender se você realmente está preparado para ter um filho;

●Você participa de um programa sobre adoção para se preparar para receber a criança;

●A Justiça avalia seu requerimento e decide se te habilitará para adoção ou não;

●Sendo habilitado, você passará a fazer parte do Cadastro Nacional de Adoção.

A partir deste momento, haverá a procura por uma criança que se encaixe no perfil desejado. Ao encontrá-la, você terá um período de convivência de 90 dias, prorrogáveis por mais 90 dias. Após esse período, você terá 15 dias para propor a adoção ao juiz. Em seguida, você precisará apenas aguardar a avaliação e sentença do juiz.

Fonte - News Rondônia

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.