News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Quarta-Feira, 14 de Abril de 2021

Livre

Lenha na fogueira: Silvio M. Santos 60 Anos de Música Autoral

Todas as 13 músicas constantes do Álbum, estarão à disposição do público EM TODAS AS PLATAFORMAIS.
Domingo, 14 de Março de 2021 - 11:19

Na próxima quarta feira dia 17 de março de 2021, estaremos apresentando ao público nosso Álbum –Silvio M. Santos 60 Anos de Música Autoral.


Todas as 13 músicas constantes do Álbum, estarão à disposição do público EM TODAS AS PLATAFORMAIS.


Sílvio Santos compôs sua primeira música – uma marchinha carnavalesca, no de 1960 quando ainda não havia completado 14 anos de idade. "Era terça feira de carnaval e minha mãe nos levou para assistir aos desfiles carnavalescos que estavam acontecendo, na rua Presidente Dutra. Por coincidência nos postamos ao lado do 'Palanque Oficial", que estava montado entre o prédio do Banco do Brasil (hoje restaurante do Sesc) e o prédio da Associação Comercial.


Dali presenciamos a chegada da Corte do Rei Momo (Emil Gorayeb) 1º e Único, que autorizou que tocassem os clarins, dando início aos desfiles.


Acontece que em determinado momento dos desfiles, arriou uma chuva torrencial e nós corremos para casa, que por sinal ficava ali perto, ou seja, na Avenida Farquar em frente a Feira Modelo (hoje Mercado Central), ao chegar em caso minha mãe providenciou roupas enxutas para todos nós e eu e meus irmãos, sentamos ao redor da mesa de jantar e passamos a cantar as marchinhas carnavalescas que estavam sendo tocadas naquele carnaval.


Não sei como, de repente comecei a cantar uma marchinha que meus irmãos não sabiam a letra dizia: "A chuva quando cai/Molha a fantasia/Deixa manchar que eu estou na folia. O Momo 1º e Único/Já está na alegria/Eu vou pro clube pular/Em casa quarta feira eu vou chegar".


Meu irmão mais velho (que estava tocando o violão perguntou: "Que marchinha é essa?" Respondi: Acabei de fazer. Então passamos a cantar a marchinha que coloquei o nome de "A Chuva Quando Cai". Isso aconteceu na terça feira de carnaval do ano de 1960, portanto no carnaval do ano passado (2020) essa marchinha completou 60 anos.


Chegamos a programar um show para festejar os 60 anos da minha primeira composição no ano passado, porém a Pandemia chegou e a programação foi suspensa.


Mesmo assim, no meio do ano de 2020, O Congresso aprovou e o presidente da república sancionou a Lei Emergencial da Cultura, que foi denominada como Lei Aldir Blanc.


E assim, os governos estaduais, assim como os municipais, publicaram Editais de Chamamento Público. Foi então que a Produtora Cultural, Repórter Fotográfica Ana Celia apresentou o Projeto de gravação do CD "Silvio M. Santos – 60 Anos de Música Autoral" e para nossa felicidade o Projeto foi habilitado, pelo Edital 006/2020/ Funcultural Aluízio Batista Guedes.


Hoje estamos convidando todos nossos leitores a curtirem o lançamento do nosso Álbum que vai acontecer na próxima quarta feira dia 17, nas Plataformas Digitais. O Álbum foi produzido pelo Júnior Rodrigues, com Arranjos de Dudu Brasil; Gravado, mixado e masterizado no Estúdio 3 Produções Musicais, (em Manaus –AM) nos meses de fevereiro e março de 2021 – Fotos da capa de Ana Célia Santos e Projeto Gráfico/Capa: Fred Teixeira; Captação de Voz (Silvio) Estúdio Trilha em Porto Velho.


Posso garantir que é uma produção de primeiríssima qualidade.


As músicas são: 01- Porto, Velho Porto, 02 – Minha História; 03 A Dança do Remo; 04 – Seu Engraxate (parceria com Flávio Carneiro); 05 – Lamento da Amazônia; 06 – Trem Fluvial; 07 – Coisa de Boêmio; 08 – Conflito Social; 09 – Minha Razão de Ser; 10 – Odoya Bahia (parceria com Bainha); 11 – Desabrigado (parceria com Carlinhos Maracanã); 12 – Balanço do Trem; 13 – Meu Caiari, Minha Vida.


São nove sambas em vários estilos como: Samba Enredo; Samba Canção; Samba de Breque; Samba Pagode e Samba Choro. Um Bolero; Um Reggae; Uma Salsa e Um Forró.


Espero que os amigos gostem. Se gostarem recomendem aos seus amigos. Para baixar as músicas não precisa pagar nada.


Aproveito a oportunidade para agradecer todos que de uma maneira ou de outra colaboram com a realização desse sonho que durou 60 anos para sair do papel.


OBRIGADO MEU DEUS! 

Fonte - Zé Katraca - NewsRondônia

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.