News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Segunda-Feira, 19 de Abril de 2021

Livre

ADAPTAÇÃO - Modernização dos sistemas tecnológicos otimiza trabalho dos servidores estaduais para assistência à população de Rondônia

Para fortalecer mais o ritmo de trabalho dos servidores estaduais e, principalmente, a tecnicidade na operação de equipamentos ou sistemas novos do Governo, são oferecidos Programas de Capacitação Institucionais (PCIs).
Terça-Feira, 09 de Março de 2021 - 15:32

O Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual de Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic), adaptou a rotina de trabalho dos servidores estaduais como medida de prevenção no intuito de combater o crescente número de contágio do coronavírus que tem causado lotação nos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Para tanto, tem reforçado as atenções para a modernização tecnológica em diversos setores do Poder Executivo que atendem diariamente a população rondoniense, a exemplo da Secretaria Estadual de Finanças (Sefin) e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

O reforço na tecnologia evidencia a importante missão desencadeada pelo Departamento de Tecnologia da Informação (TI) do Governo ao longo do período pandêmico, principalmente, devido à forma de trabalho que exige a utilização de sistemas e equipamentos tecnológicos na maioria dos serviços prestados à sociedade, incluindo a manutenção dos mesmos evitando possíveis transtornos.

Segundo o coordenador de Infraestrutura e Serviços da Setic, Gabriel Carrijo, essa realidade trouxe para as dependências do Estado uma mudança na percepção das ferramentas de comunicação quanto à execução e controle das atividades que são desenvolvidas. “Nesse período tivemos muita necessidade das tecnologias, também para ferramentas de videoconferência, acesso remoto, a inserção de linhas telefônicas dentro da casa dos servidores e entre outras finalidades. Nós também, conseguimos migrar toda a Setic e o próprio Governo do Estado, que necessita do nosso trabalho, para a modalidade home office em decorrência do isolamento social”, explica.

Conforme levantamento da Setic, durante o ano de 2020, foram investidos mais de R$ 6 milhões na aquisição de equipamentos que apoiaram as Secretarias Estaduais, como infraestrutura em hiperconvergência, processamento, memória e armazenamento de dados, links de comunicação e ferramentas de segurança da informação.

Já, em 2021, o Governo do Estado fez a implantação de mais de quatro computadores, com sistema de computação centralizada que fornece serviços a uma rede de computadores (denominados servidores) com alta capacidade computacional, com a finalidade de hospedar sites, distribuir e-mails e executar demais serviços como propagação de conteúdo em áudio e vídeo.

De acordo com o superintendente Estadual da Setic, coronel Delner Freire, nos próximos meses devem chegar mais dois computadores (servidores), assim totalizando seis para aprimorar a capacidade operacional. “Desde 2019 temos focado na substituição de equipamentos defasados, com foco no reequipamento e prestação de serviços para todas as Secretarias. Pretendemos deixar a nossa infraestrutura com tecnologia de ponta, para que todos os serviços à sociedade sejam possíveis e eficientes, montando a base para futuras smart cities (cidades inteligentes) em Rondônia, uso de sistemas que vão atender a população por meio da ‘Infovia’ (rede de comunicação formada por cabos de fibra óptica)”, explica Delner Freire.

Outro recurso, é a Voz sobre Protocolo de Internet (Voip), tecnologia telefônica que permite a transmissão de voz por protocolo da internet (IP), permitindo agilidade, garantia e confiança no atendimento à população. Nesse sentido, trabalhos que antes eram desenvolvidos online, foram aprimorados com a chegada das adaptações tecnológicas. Como, por exemplo, nos órgãos públicos Detran e Sefin.

SISTEMAS DO DETRAN E SEFIN

Entre os sistemas de atendimento ao público e trabalho interno, destacam-se as plataformas e consultas virtuais desenvolvidas por cada órgão estadual. Como é o caso da Central de Atendimento do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), disponibilizada pelo site institucional detran.ro.gov.br, logo no início da implantação das medidas de isolamento social, em abril de 2020. Segundo o analista de Trânsito e Sistema de Informática do Detran, Paulo Eduardo Vasconcelos, o endereço eletrônico começou inicialmente com quatro mil cadastros de usuários. Atualmente, tem 65 mil cadastros de pessoas que acessam o sistema.

Por meio do portal, o usuário pode consultar débitos pessoais, obter autoatendimento online para Carteira Nacional de Habilitação (CNH), emissão de Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV), bem como tê-lo em versão digital, além de outros serviços referentes a veículos e documentação. Também houve a adoção de meios digitais mais específicos no que diz respeito à capacitação do quadro de servidores e formação em autoescolas, que precisaram ser adaptados a este cenário pandêmico. Como a instalação das plataformas BigBlueButton (software de webconferência), com diferencial pelo sistema de reconhecimento facial, e Moodle, ambos ligados aos sistema “DetranNet”. Todos esses recursos disponibilizados vem ao encontro da facilidade e segurança das pessoas, aliada à agilidade no atendimento prestado pelo departamento público.

O analista de Trânsito e Sistema de Informática do Detran, Paulo Eduardo ainda esclarece: “Temos o recurso ‘Agendamento Online’, que foi criado antes da pandemia, voltado para pessoas que não têm acesso à internet. O usuário acessa o site e escolhe o posto do Detran, dia, as vagas e o horário disponíveis para um determinado atendimento, com o objetivo de evitar aglomeração”, enfatiza.

Já na Sefin, os sistemas mais utilizados pelos contribuintes passaram por uma liberação específica chamada Nuvem Privada Virtual (VPN), onde permite que as pessoas se conectem diretamente ao programa. O Sistema Integrado de Tributação e Administração Fiscal (Sitafe), e o antigo Siafem, atual Sistema Integrado de Planejamento e Gestão Fiscal (Sigef/RO), são os mais acessados ​​por seus usuários.

Para o gerente de Tecnologia da Informação da Sefin, Fabiano de Souza Gutierrez, os servidores do departamento público já desempenham muitas atividades por plataformas online, desta vez, a única diferença foram poucas adaptações quanto à necessidade de ficar em casa devido alguns serem do grupo de risco. “Nosso trabalho vem sendo híbrido, pois, temos uma equipe atuando tanto em casa quanto na própria sede da Sefin, e isso, é bem aceito por todos”, complementa.

HOME OFFICE É ADOTADO

A segurança da informação tem sido um desafio para o Departamento de Tecnologia da Informação estruturar o chamado home office (na tradução “escritório em casa”), pois, muitos servidores do Executivo Estadual tiveram que adentrar nessa nova rotina de trabalho. Para isso, foi preciso autorizar a conexão para as equipes acessarem remotamente em seus próprios computadores, sem perder a propriedade de segurança e proteção dos dados sigilosos do Governo Estadual.

Outro ponto destacado, é o desempenho emocional e profissional que os servidores públicos mantêm ao atuar em home office. Para a assessora técnica do Detran, Taiz Fânia Cid Melo, no início, o isolamento social foi sinônimo de assustador, mas logo ela conseguiu manter a linha de trabalho em comunhão com a realidade. “Com o passar dos dias, fomos nos adaptando à nova maneira de conviver e a trabalhar em home office. Em casa, tivemos o benefício de estar mais presente com a família, equilibrando o tempo e trabalho, a harmonia do lugar colaborou bastante e os cuidados com nossa saúde. De modo particular, não houve nenhum prejuízo estar nesta modalidade”, explica.

CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES

Para fortalecer mais o ritmo de trabalho dos servidores estaduais e, principalmente, a tecnicidade na operação de equipamentos ou sistemas novos do Governo, são oferecidos Programas de Capacitação Institucionais (PCIs). Além desse treinamento, eventos online em redes sociais tornaram-se uma alternativa fundamental com o intuito de oferecer ensinamento, interação e engajamento aos programas utilizados nas Secretarias. De acordo com Gabriel Carrijo, o investimento neste projeto traz uma condição melhor ao trabalho em equipe em tempos de pandemia.

“Os eventos são interativos, reforça a ideia de trabalhar como um time, sem perder o foco principal voltado à prestação de serviço a nossa sociedade, seja de maneira remota ou presencial. Também trouxemos participantes de outros lugares, inclusive de órgãos públicos de regiões vizinhas do Estado de Rondônia, resultado graças às videoconferências que permitiram reunir um número expressivo de pessoas. Novamente, a tecnologia fazendo parte deste nosso desafio diário”, comenta Gabriel Carrijo.

Fonte - 010 - SECOM - GOV/RO

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.