News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Quinta-Feira, 04 de Março de 2021

18 anos

Jovem enviou áudio no WhatsApp horas antes de ser morta pelo ex-namorado

A mensagem foi enviada a outras duas ex-mulheres do mesmo homem, que também o acusam de ameaças e atos de violência. As três relataram já ter medidas protetivas contra ele.
Quinta-Feira, 11 de Fevereiro de 2021 - 10:39

Luana Demonier, de 25 anos, foi assassinada a facadas pelo ex-namorado na noite de terça-feira (9) em Cariacica (ES). O nome do assassino é Rodrigo Pires Rosa, de 38 anos. Poucas horas antes de morrer, a jovem enviou um áudio para um grupo no WhatsApp relatando que havia sido perseguida pela homem.

A mensagem foi enviada a outras duas ex-mulheres do mesmo homem, que também o acusam de ameaças e atos de violência. As três relataram já ter medidas protetivas contra ele.

“Eu não ia contar nada para vocês, porque estou resolvendo com os policiais da Maria da Penha (referência à Lei Maria da Penha), mas o Rodrigo me perseguiu hoje de manhã de novo”, disse Luana no áudio.

Luana chegou a ter uma filha com o homem, mas a criança morreu ainda bebê. No áudio, a jovem também descreveu as roupas usadas por Rodrigo e afirmou que procuraria a Delegacia da Mulher para relatar a nova ameaça.

A jovem tinha uma medida protetiva contra o ex. Na porta da casa dela, uma viatura da Polícia Militar aguardava a chegada da jovem justamente em função das ameaças de Rodrigo.

No entanto, ela foi assassinada por Rodrigo ao desembarcar do ônibus, a 200 metros de casa. Os policiais não perceberam a ação do criminoso e ele fugiu.

Outras denúncias

Em dezembro do ano passado, Luana e as outras duas ex-companheiras de Rodrigo já haviam relatado os episódios de violência e de ameaças. O caso ganhou até matéria na imprensa local.

De acordo com a Secretaria de Estado de Justiça (Sejus), Rodrigo Pires Rosa ficou preso de agosto de 2017 a setembro de 2020 em razão da Lei Maria da Penha e foi liberado do sistema penitenciário mediante decisão judicial.

Elas se uniram para denunciar Rodrigo após uma delas, com quem o homem se relacionou por último, ter sido perseguida por ele com uma faca.

Um vídeo registrado em novembro do ano passado por câmera de segurança mostra o homem correndo atrás da mulher com uma faca. Ela só consegue fugir dele ao entrar dentro de uma casa, onde foi protegida pelos moradores.

Fonte - 010 - pragmatismopolitico

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.