News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Domingo, 07 de Março de 2021

Livre

Guajará-Mirim: desabastecimento de água atinge casas e hospitais públicos

Nos últimos dias, o desabastecimento mostrou seu nível jamais visto, quando até unidades hospitalares foram atingidas pela escassez de água.
Segunda-Feira, 01 de Fevereiro de 2021 - 10:12

O Problema do desabastecimento de água na cidade Guajará-Mirim, distante 333 quilômetros da capital Porto Velho não é algo dos dias atuais. No município que concentra uma das maiores bacias hídricas de Rondônia, a população há semanas não conta com água potável nas residências.

Nos últimos dias, o desabastecimento mostrou seu nível jamais visto, quando até unidades hospitalares foram atingidas pela escassez de água. 

“Olha a situação em Guajará-Mirim Rondônia, sem chances de água, sem chances de respostas. A Caerd não está nem aí para população. Socorro! Socorro! Guajará-Mirim pede socorro”, lamenta uma moradora.

No município de pouco mais de 44 mil habitantes, o problema da falta de água nas casas tem ocorrido, desde o início do ano. De acordo com os moradores, quando o líquido consegue chegar nas torneiras, não é o suficiente para encher as caixas. Há dez dias, a situação começou a piorar, quando os hospitais da cidade foram atingidos pelo desabastecimento.

O colapso não chegou ao seu ápice, porque um caminhão do Corpo de Bombeiros do município deu suporte para abastecer as caixas d’água das unidades de saúde. “Nós temos recebido inúmeras denúncias de pessoas que estão sem o abastecimento de água há mais de 20 dias, e isso precisa ser resolvido o quanto antes. Nós sabemos que as autoridades contam com ferramentas para resolver esse problema”, lamenta um morador.

O Ministério Público de Guajará-Mirim (MP/RO) entrou com uma ação civil pública, exigindo da Prefeitura e da Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd) uma solução para o desabastecimento de água na cidade.

Quanto ao abastecimento dos hospitais de Guajará-Mirim, uma nota da Secretaria Municipal de Saúde informou que o problema teria sido solucionado há uma semana, quando houve a instalação de uma bomba e a construção de poço artesiano.  

Fonte - NewsRondonia

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.