News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Quarta-Feira, 03 de Março de 2021

Livre

Sem UTI: Rondônia pede ajuda para enviar pacientes com a covid-19 para outros estados

O governo rondoniense não descarta a possibilidade da nova (variante do novo coronavírus) esteja circulando em Rondônia.
Sabado, 23 de Janeiro de 2021 - 23:58

Em pronunciamento, há poucos instantes, por meio do facebook, o governador de Rondônia Marcos Rocha (Sem partido) declarou que pacientes que aguardam por um leito de UTI, nos hospital de Rondônia, serão enviados para outros Estados. “Hoje nos passamos o dia em contato com o governo federal, inclusive o general Pazullo, (Eduardo), ministro da saúde que de pronto disse o seguinte: vamos sim atender esse seu pedido. De fazer à transferência dos pacientes que estão em fila de espera. E outros quantos forem necessários, para os hospitais federais, existentes no nosso país, declara Rocha.

Ainda segundo o governador o Estado também fez contato com o comandante Militar da Amazônia, general Estevam Cals Thophilo Gaspar de Oliveira para solicitar aeronaves que possam realizar o transporte dos pacientes. Rocha não informou quando esse transporte dos pacientes passaria acontecer. “Ele é que está trabalhando com a questão da Covid-19. E vai disponibilizar as aeronaves”, explica. 

De acordo com o chefe do executivo estadual, a demanda por leitos passou aumentar em Rondônia, em decorrência do número de infectados pela Covid-19. O governo rondoniense não descarta a possibilidade da nova (variante do novo coronavírus) esteja circulando em Rondônia. “Não tem estudo ainda, mas existe a possibilidade de nós termos aqui a nova cepa. Até porque essa nova cepa foi encontrada no Amazonas”, enfatiza.

No Amazonas testes genômicos em pacientes com a Covid-19 em Manaus, indicaram que 42% dos casos confirmados estavam infectados pela nova variante. Segundo cientistas ingleses, a nova cepa que já foi detectada no Estado do Amazonas não é só muito mais contagiosa, mas começa surgir evidencias de que seria 30% mais letal. Ainda segundo os cientistas, na população com 60 anos ou mais, 10 em cada 1000 pessoas infectadas podem morrer da doença. Com a nova variante do vírus, esse risco sobe para 13 ou 14 pessoas.

Veja também:
Rondônia registra 12 óbitos e 933 novos casos confirmados de COVID-19 em 24 horas

Não se tem informação até o momento de quais medidas de segurança, o Estado Rondônia estaria tomando para evitar que pessoas vindas de Manaus desembarcassem aqui em Porto Velho em aeronaves ou por embarcações. O Pará, desde o dia 14, proibiu a entrada de barcos de passageiros provenientes do Amazonas.

Veja também:
COVID-19: Hildon Chaves afirma que Porto Velho está caminhando para o mesmo cenário de Manaus

Rocha pede a população para que se una neste momento e siga as recomendações pelos órgãos de saúde, como evitando as aglomerações, não saindo de casa sem necessidade. E além dos cuidados redobrados com os idosos. “Sejamos sábios e hajamos com união. Assim vamos vencer”, finaliza.

Neste domingo (24) chegam a Rondônia novas doses da vacina para continuação da campanha de imunização contra o novo coronavírus.

Fonte - NewsRondonia

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.