News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Segunda-Feira, 08 de Março de 2021

Livre

Lenha na Fogueira: Vacina Coronavac em Rondônia

Três portovelhenses foram selecionados para entrar para a história da cidade e do estado, como sendo as primeiras a receberem a imunização contra o Coronavírus
Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021 - 11:50

Uma médica, um enfermeiro e um índio foram os primeiros a receber a Vacina Coronavac em Rondônia.


A chegada do avião da Força Área Brasileira (FAB), pousou no Aeroporto Governador Jorge Teixeira em Porto Velho, por volta das 10 horas da manhã de ontem, dia 19 de janeiro 2021, data que entra para a história do Estado de Rondônia.


Apesar da Vacina ter se tornado Arma Política, não só em Rondônia, mas, em todo o Brasil, com destaque para a disputa pela presidência da República cuja eleição só deve acontecer em 2022 e ter sido também evidenciada em Rondônia, a população de Porto Velho está festejando o início da vacinação.


Três portovelhenses foram selecionados para entrar para a história da cidade e do estado, como sendo as primeiras a receberem a imunização contra o Coronavírus, são elas:


A médica Karina Negrão Zingra, o enfermeiro do Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron), Márcio James Jorge Santos e o indígena, Elivar Karitiana.


A solenidade aconteceu no Angar da Base Aerea de Porto Velho com a presença do Governador Marcos Rocha, prefeito Hildon Chaves e seu vice Mauricio Carvalho, Fernando Máximo Secretário de Saúde e muitas outras.


Agora é ficar torcendo para que a China libere a matéria prima para que a Fundação Oswaldo Cruz passe a fabricar a vacina no Brasil o mais rápido possível.


E para dar prosseguimento a vacinação, que a índia libere logo os 2 milhões de unidades da vacina, para A Fundação Oswaldo Cruz também cumprir o contrato com o Ministério da Saúde,


Todo esse problema está acontecendo, pela falta de tato da equipe do Ministério das Relações Exteriores, pois deveriam primeiro ter negociado a garantia da liberação por parte das autoridades indianas das doses adquiridas pelo Brasil e não deixar o presidente da República no "Mato sem cachorro".


Outra falha do governo brasileiro, é quanto a liberação do insumo ou matéria prima, para a produção da vacina que é fabricado pela China.


Tudo indica que os chineses ainda não liberaram o embarque do Insumo da Vacina ante a Covid – 19, porque a principal autoridade brasileira, por várias vezes desfez da Vacina produzida por aquele país. Na realidade, chegou a debochar do produto fabricado na China.


Diz um velho ditado (e ditado é coisa que chinês entende muito bem) que, "Quem Desdenha Quer Comprar". No caso, acho que pela falta de informação, nosso Presidente da República falou o que falou contra o governo chinês e isso está reverberando ou prejudicando o povo brasileiro, que pode até demorar mais para receber a Vacina.


Ainda ontem, o G1 publicou o seguinte: A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) enviou, nesta terça-feira (19), um ofício ao Ministério Público Federal (MPF) informando que a entrega da vacina de Oxford contra a Covid-19 vai atrasar de fevereiro para março. 


Segundo o órgão, o motivo para o atraso na produção da vacina no Brasil é por não ter recebido um dos insumos para a fabricação da vacina Oxford/AstraZeneca que é fabricado pela China.


Outra mancada do governo federal, foi não acreditar que o governo de São Paulo poderia sair na frente, em relação a aplicação da PRIMEIRA DOSE DA VACINA no BRASIL.


Como é que o Serviço de Inteligência do Governo Federal, não foi capaz de descobrir que o governo de São Paulo estava se articulando para furar o cronograma de vacinação. Isso chama-se incapacidade!


A salvação, é que tudo indica, que a ANVISA vai aprovar a liberação das 4 MILHÕES  de doses da Coronavac fabricada pelo Instituto Butantã, essas estão prontinhas para uso.


Aqui a politicagem também foi observada durante a ação do início da vacinação no estado de Rondônia. Quer ver:


Você viu o Seu Zé Jordan que assinou como governador o último Decreto que colocou várias cidades, inclusive Porto Velho, de volta a Fase 2 do Protocolo da Comissão de Enfretamento ao Coronavírus, na SOLENIDADE na Base Aerea?


Zé Jordan sumiu, ninguém sabe ninguém viu. Será que ficou com medo de tomar a vacina e devolveu o Comando do Estado ao Coronel?


Brincadeiras à parte. Graças a Deus a Vacina chegou ao estado e começou a ser aplicada.


Serão cerca de 18 mil doses para Porto Velho, sendo 5 mil exclusivas aos profissionais de saúde.


Apesar de tudo, é preciso continuar Lavando as Mãos com água e sabão, usar máscara, álcool a 70% e principalmente evitar aglomeração.

Fonte - NewsRondonia

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.