News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Quinta-Feira, 25 de Fevereiro de 2021

Livre

Grupos políticos já se formam dois anos antes. o alvo principal é o cobiçado palácio rio madeira/cpa

O Palácio Rio Madeira/CPA é o alvo de todos os grupos políticos do Estado. Quem chegará lá?
Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2021 - 08:51

O quadro está sendo montado. Pelo menos três grupos políticos estão se formando, para a disputa do Governo do Estado, em 2022. Um deles saiu na frente, reunindo PSDB, DEM, PDS, Cidadania e outros de menor expressão, que, certamente, ainda se unirão durante a caminhada. É um grupo recheado de caciques, mas já tem seu candidato escolhido: o senador do DEM Marcos Rogério. Do grupo fazem parte nomes como os do prefeito reeleito Hildon Chaves; do ex senador Expedito Júnior; da deputada federal Mariana Carvalho e do deputado federal Expedito Netto, além, ainda, do vice prefeito da Capital, Maurício Carvalho. Está em formação, aí, uma coligação muito forte, que larga na frente na corrida pela cadeira de Marcos Rocha. O segundo grupo tem à frente, claro, o próprio Rocha, atual governador e candidatíssimo à reeleição. Ele está conversando com vários partidos, mas o principal deles é o Avante. Rocha tem como trunfo o poder e a estrutura de governo, além de muitas realizações para mostrar. Vai manter uma campanha direcionada para o combate à corrupção, os avanços do seu governo e, ainda, o apoio total do presidente Bolsonaro, que pode ser vital na corrida em Rondônia, caso esteja em alta ou pode não ser, caso o Presidente caia muito na preferência popular e sua reeleição esteja em risco. Surge agora uma terceira via, essa também muito poderosa, que arregimenta políticos de algumas das mais poderosas siglas. Ela está ainda em fase de conversações, mas pode reunir lideranças como os senadores Confúcio Moura (MDB), Acir Gurgacz (PDT). Uniria também duas deputadas federais: Jaqueline Cassol, do PP e Silvia Cristina, do PDT, além de figuras em ascensão perante a opinião pública rondoniense, como o deputado federal Lúcio Mosquini, coordenador da bancada federal, que poderia ser o indicado para entrar na disputa. Ou seja MDB, PDT, PP comporiam, inicialmente, esse terceiro e muito forte grupo na disputa de 22.

Onde entraria Léo Moraes? E os partidos de esquerda? Para que lado irá o PSL do deputado Coronel Chrisóstomo? O grupo liderado por Mosquini & Companhia, está tentando cooptar o Podemos de Léo. A pergunta óbvia é: ele aceitaria, a não ser se fosse o nome indicado pelo grupo para disputar o Governo, já que essa é uma meta política do jovem parlamentar? Chrisóstomo e seus aliados apoiariam a quem? Por enquanto, são perguntas sem respostas. Com relação aos partidos de esquerda, com a queda do PT, do PSOL e dos nanicos que cercam essa ideologia, não se sabe ainda se eles tentarão se unir para lançar uma única candidatura e se cada um irá sozinho, nem que seja para manter posição. Por enquanto o quadro é esse. Como nuvem no céu, contudo, tudo pode mudar com o andar da carruagem. O Palácio Rio Madeira/CPA é o alvo de todos os grupos políticos do Estado. Quem chegará lá?

PAU OCO: DANIEL E SEUS CELULARES VOLTAM AO NOTICIÁRIO

Uma matéria jornalística divulgada no telejornal SIC News, nesta semana, ressuscitou a Operação Pau Oco, aquela em que foram denunciadas várias pessoas, que estariam envolvidas num pretenso esquema de corrupção na Sedam. O caso causou grande repercussão, porque o ex governador Daniel Pereira, que recém tinha saído do cargo e teve sua casa tomada por policiais, que recolheram, entre outros pertences, três telefones celulares dele, que, até hoje, não foram devolvidos. O caso evoluiu para gravações estranhas entre autoridades, tanto da área policial quanto do Ministério Público, com troca de acusações, obviamente não oficialmente registradas, mas apenas ouvidas em escutas telefônicas. Agora, o assunto voltou ao noticiário, quando os três celulares foram encontrados, sem uma explicação convincente, numa sala do MP, sem que sequer tenham sido periciados. Ao saber da notícia, Daniel Pereira se mostrou ainda mais indignado. Os celulares, que Daniel presume serem os seus, foram apreendidos em 12 de abril de 2019 e, até agora, nada se sabe sobre eles, além de terem sido esquecidos em alguma sala.  O ex governador tem várias perguntas a fazer sobre o caso, mas certamente as fará através dos seus advogados. Até hoje, não houve qualquer decisão judicial sobre o assunto. 

IPVA: SÓ ALGUMAS TAXAS TÊM PEQUENO REAJUSTE, EM RONDÔNIA

Enquanto em São Paulo, apenas como exemplo, houve sim aumento os valores do IPVA em quase 40 por cento, para quem pagar depois de 14 de janeiro, o proprietário de veículos em Rondônia vai pagar pequenos reajustes apenas nas taxas (como de licenciamento anual e de bombeiros), porque o principal do imposto não mudou nada. Além disso, estão garantidos os descontos. Eles serão de 10 por cento para quem pagar dentro do mês; cinco por cento para quem pagar pouco depois e sem qualquer benefício para quem pagar mais adiante. Como exemplo: as placas com final 1, 2 e 3, terão o desconto especial, caso pague seu tributo até 29 de janeiro. O pagamento até 26 de fevereiro, desconto menor: 5 por cento. Quem pagar até 31 de março, não terá benefícios. No site do governo (www.rondonia.ro.gov.br) o contribuinte poderá ter todas as informações. O pagamento das placas com final zero, o último a ser feito, será nas seguintes datas: 31 de agosto com 10 por cento de desconto; 30 de setembro com 5 por cento e 29 de outubro, sem desconto. Nesses tempos de pandemia, o fato de não haver reajuste nos custos do imposto sobre o emplacamento e regularização da documentação dos carros é uma notícia positiva.

GENTE ABJETA DÁ DINHEIRO DO BOLSA FAMÍLIA A POLÍTICOS

Golpistas, malandros, políticos e familiares; políticos e apaniguados, gente vil, que não tem um pingo de respeito pelo sofrimento alheio e pelos mais pobres, conseguem entrar no Bolsa Família, um dos mais importantes programas sociais do mundo, que deveria ajudar miseráveis e muito pobres, para se lambuzarem na canalhice. Recebem dinheiro que deveria salvar vidas, tirar criancinhas da fome e da miséria total, para o utilizarem como grana de apoio a políticos. O governo brasileiro, depois do cruzamento de informações, confirmou que pelo menos 91 mil brasileiros que receberam dinheiro do Bolsa Família, utilizaram o dinheiro para investir em campanhas eleitorais, na última eleição municipal em todo o pais. Haverá um meio legal de fazer com que esses nojentos, essas pessoas abjetas, devolvam aos cofres públicos o que pegaram? Pode ser. O que se tem certeza é que ficará por isso mesmo. Esses bandidos jamais pagarão pelo crime desumano que cometeram. A não ser que se mudam as leis neste país. Mas isso, sabemos, não acontecerá.

ROCHA TROCA O COMANDO DA COMUNICAÇÃO DO GOVERNO

O Governador Marcos Rocha trocou um jornalista, homem de rádio por uma mulher, publicitária. A Superintendência de Comunicação do governo do Estado sai das mãos de Lenilson Guedes, que ocupava o posto desde o primeiro dia de mandato de Rocha, por Rosângela Aparecida da Silva, especialista em Marketing, que não é jornalista, mas é Professora Especialista nos Cursos de Jornalismo, Propaganda e Publicidade, Direito, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Gestão Comercial. Diretora Executiva da Casa Civil, personagem muito ligada ao secretário Júnior Gonçalves, Rosângela assume o comando da pasta com o aval de Júnior que, na prática, é um dos assessores de Marcos Rocha que, hoje, têm mais poder dentro da estrutura de governo. A publicidade oficial, aliás, deve começar a mudar em breve, quando for oficializada a nova licitação para a empresa que vai cuidar dela. A verba está orçada em pelo menos 23 milhões de reais, neste 2021, mas pode aumentar ainda mais. Lenilson permanece no governo, ao lado de Rocha, ocupando uma assessoria especial na Governadoria. Haverá outras mudanças no primeiro escalão? Por enquanto, ouve-se apenas boatos, mas nada está confirmado.

VACINAS PODEM ESTAR CHEGANDO, MAS CUIDAR-SE É VITAL

O governo brasileiro, ao que parece, agora vai apressar o programa de vacinação no país, que pode começar já neste 20 de janeiro, segundo anunciou o Ministério da Saúde. Mesmo assim ainda há prazos e protocolos a serem cumpridos pela Anvisa, antes que a imunização inicie. A primeira vacina  que, num prazo muito breve, vai pedir autorização da Anvisa para ser aplicada no país é a Coronavac. Nesta semana, o governo de São Paulo anunciou, de forma efusiva, que a vacina tem 100 por cento de eficácia contra casos graves, ou seja, livra os pacientes da morte e 78 por cento para imunizar contaminados. Os resultados são sobre as centenas de voluntários que fizeram os testes. O Ministério da Saúde continua negociando a compra de outras vacinas, inclusive a indiana, que pode começar a chegar em meados de março. A de Oxford, igualmente, está prestes a ser registrada na Anvisa. Ainda empacamos na compra de seringas e agulhas, mas o problema também deve ser solucionado em breve. A verdade é que o pacote de vacinas começará a chegar nas próximas semanas, mas não tão imediatamente como gostaríamos. Enquanto isso, os números de contaminados e mortos (já são 200 mil, infelizmente!) pela doença deram um salto extremamente perigoso no país, pela total falta de cuidados de grande parte da população, que imagina que a vacina já está aqui e que vai salvar a todos. Claro que não vai. Muita gente ainda vai morrer por causa de irresponsáveis e idiotas que acham que a mortandade do vírus não os atinge e nem aos seus familiares.

INDO PARA 1.900 MORTES E COM HOSPITAIS SUPERLOTADOS

Aqui em Rondônia, estamos à beira do precipício. Num só dia, 23 mortes. Numa semana, do último dia do ano passado até a noite da quinta-feira, dia 7, perdemos nada menos do que mais 87 vidas. Para as estatísticas, não apenas números nefastos. Para quem perde um ente querido (pai, mãe, filhos, avós, amigos do peito), cada morte é uma dor no peito que nunca mais irá embora. No dia 31, foram 12 óbitos; no dia 1º, 7; dia 2, 3; dia 3, 7; dia 4, 8; dia 5, 12; dia 6, 23 e no dia 7, esta quinta-feira, mais 15 vidas que se foram. Até a quarta-feira à noite, tínhamos um total de 1.875 vítimas fatais da Covid 19. Com o Boletim 293, desta quinta, esse número já chegou a 1.890. Perto de 99 mil rondonienses já foram contaminados pela doença; cerca de 84 mil recuperados, mas o que apavora mais, afora os óbitos, é a lotação dos leitos comuns e UTIs em praticamente todos os hospitais de Rondônia, sejam públicos ou privados. Já chegamos a praticamente o esgotamento máximo de leitos, com o número de internados caminhando para 380 e aumentando mais todos os dias. Quase 13.500 rondonienses ainda estão com o vírus ativo e muitos deles poderão ainda terem que ir para a hospitalização. Estamos chegando no limite máximo. E o número de doentes não para de crescer.

NÃO PARECEU AO MUNDO UMA REPUBLIQUETA DE BANANAS?

Os Estados Unidos viveu, essa semana, dias de republiqueta de bananas e de insegurança interna, com atos de verdadeiro terrorismo, praticados por uma multidão de celerados, incentivados, infelizmente, pelo presidente Donald Trump. A invasão ao Parlamento foi um ato indigno, que coloca Trump como um líder menor do que ele realmente é. Pode-se lamentar que a maioria dos americanos decidiram por um governo de esquerda, pelo racha que o país sofreu. Ao não reconhecer a derrota, que foi clara, Trump foi contra a democracia e agiu durante longas semanas, como um derrotado que não aceitou a voz das urnas. Ora, se a maioria dos americanos garantiu a vitória de Biden, tanto no voto direto, com mais de sete milhões de votos a mais que Trump do que no Colégio Eleitoral, onde o eleito ganhou fácil, também, o que contestar? Trump condenou a eleição, considerando que ela foi fraudada, mas sem qualquer prova. Com o país dividido, o presidente de um mandato só chamou seus eleitores para tentar, na marra, mudar o resultado das urnas. Nunca se viu nada igual, na história da democracia americana.

PERGUNTINHA

Dos atuais oito deputados federais (cinco homens, três mulheres) e dos três senadores da bancada federal de Rondônia, quem, na sua opinião, mais tem se destacado no Congresso Nacional?

Fonte - 010 - sergio pires

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.