News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2021

Livre

REFORMA DA PREVIDÊNCIA - Sintero convoca trabalhadores em educação municipais de Porto Velho para mobilização na Câmara Municipal nesta quarta-feira

A mobilização faz parte da luta do Sintero em defesa da previdência dos servidores municipais, que serão prejudicados pela reforma.
Quarta-Feira, 30 de Dezembro de 2020 - 09:07

O Sintero está convocando os trabalhadores em educação municipais de Porto Velho para que compareçam à Câmara Municipal da Capital nesta quarta-feira (30/12/2020) às 9 horas da manhã, quando serão votados pelos vereadores projetos de lei que tratam da reforma da previdência e alteram o quadro de servidores do IPAM. A mobilização faz parte da luta do Sintero em defesa da previdência dos servidores municipais, que serão prejudicados pela reforma.

Um dos projetos altera a Lei Complementar nº 404/2010 para alinhar a previdência dos servidores municipais com a Reforma da Previdência Nacional (Emenda Constitucional nº 103/2019), imposta pelo governo de Jair Bolsonaro. O texto foi aprovado pela maioria dos membros do Conselho Municipal de Previdência, tendo apenas um voto contrário, sendo ele da representante do Sintero, Cleusa Ferreira Mendes, que o considerou o projeto prejudicial aos trabalhadores em educação.

A Reforma da Previdência prevê o aumento da idade mínima e tempo de contribuição dos servidores; mudança no cálculo de pensão por morte; mudança no cálculo do benefício; a extinção da aposentadoria especial aos professores e professoras; extinção da integralidade e paridade dos servidores, entre outras atrocidades que irão dificultar o acesso à aposentadoria.

O projeto praticamente extingue a aposentadoria especial dos professores(as), pois efetiva o verdadeiro retrocesso e injustiça social à categoria, uma vez que não leva em consideração a necessidade de regras diferenciadas em razão do desgaste físico e mental, acumulado ao longo de anos de trabalho. A situação é tão grave que o Sintero propôs a realização de audiência pública na Câmara de Vereadores para que fossem apresentados os dados referentes ao capital do Ipam e uma ampla discussão do projeto, mas não foi atendido. O sindicato defende, ainda, uma contribuição patronal superior à contribuição dos trabalhadores.

A presidente do Sintero, Lionilda Simão, destacou que a presença da categoria na sessão da Câmara Municipal é muito importante, pois mostrará aos vereadores a insatisfação dos servidores com as mudanças propostas. “O Sintero participou de grandes mobilizações nacionais e estaduais contra as reformas que causam prejuízos aos servidores, mas encontrou poucos parlamentares que se dispusessem a defender a categoria. Esperamos que entre os vereadores de Porto Velho existam mais parlamentares que se importam com os trabalhadores”, disse a presidente do Sintero.

Fonte - 010 - Assessoria

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.