News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2021

Livre

Fotógrafo demorou três noites para conseguir foto premiada de pinguins viúvos

O ano de 2020 gerou muitas imagens pungentes e poderosas.
Sabado, 26 de Dezembro de 2020 - 10:38

via BBC

O ano de 2020 gerou muitas imagens pungentes e poderosas. Mas em um concurso de fotografias marinhas na Austrália, o público decidiu premiar um retrato íntimo e singelo de dois pinguins viúvos que parecem se reconfortar num abraço enquanto observam a paisagem urbana no horizonte.

O registro premiado no Ocean Photography Awards, organizado pela revista Oceanographic, foi feito pelo fotógrafo alemão Tobias Baumgaertner, em Melbourne.

Segundo ele, os dois pinguins tinham perdido seus companheiros recentemente e aparentemente abraçados perto de uma colônia de quase 1.400 pinguins-fadas, a menor espécie de pinguins com uma altura média de apenas 33 cm. A população é monitorada por voluntários.

“Um voluntário se aproximou de mim e me disse que a branca era uma senhora idosa que havia perdido seu parceiro e, aparentemente, o mesmo aconteceu com o pinguim macho mais jovem à esquerda”, escreveu Baumgaertner no Instagram.

“Desde então, eles se encontram regularmente, confortando um ao outro e ficando juntos por horas observando as luzes dançantes da cidade.”

O fotógrafo passou três noites com a colônia de pinguins antes de conseguir tirar esta foto.

Inicialmente ele pretendia capturar uma imagem que “mostrasse a pressão que o desenvolvimento humano exerce sobre populações de animais selvagens”, mas percebeu que conseguiu ir bem além disso.

“Entre não poder ou ter permissão para usar qualquer luz e os pequenos pinguins se movendo continuamente, esfregando suas nadadeiras nas costas uns dos outros e limpando uns aos outros, era realmente difícil conseguir uma oportunidade “, disse ele. “Mas eu tive sorte durante um momento lindo.”

Veja os vencedores e finalistas das outras cinco categorias no site do Ocean Photography Awards ou no perfil do prêmio.

Abaixo é a imagem vencedora na categoria Fotógrafo do Ano, concedido em 2020 à canadense Nadia Aly por sua imagem de um grupo enorme de raias flagradas na costa do México.

Fonte - 010 - pragmatismopolitico

Comentarios

News Destaques

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.