News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2021

Livre

PAPEL DE HOMEM: Homem assume paternidade de filho da namorada abandonada grávida

Pamela estava grávida de seis meses quando conheceu Robinson.
Quarta-Feira, 09 de Dezembro de 2020 - 16:23

Que laços sanguíneos não definem família, não restam dúvidas. Mas como não se emocionar com o depoimento de uma jovem que ganhou mais do que um companheiro, mas também um pai para o seu filho? Pega o lencinho e vem comigo.

Em um post na rede social (veja abaixo), ela diz que o pai biológico da criança sumiu do mapa antes mesmo de Renato nascer. Pamela estava grávida de seis meses quando conheceu Robinson. Achou que não ia dar em nada, pois “é muito difícil um homem ficar com uma mulher grávida ou com uma mãe que tem filho pequeno”.

Nessa época, Robinson morava em outra cidade. Rolaram alguns desencontros, mas tudo fluiu para que os dois ficassem juntos: digo, os três. Apesar da distância, todo final de semana, Robinson ia visitar Pamela e Renato.

Ao contrário do pai biológico, Robinson fazia planos com Renato quando ele ainda estava na barriga de Pamela

“Ele cuidou de mim, ele fazia massagem, me alimentava, falava com o Renato na minha barriga, dormia abraçado na minha barrigona, ele se emocionava quando eu mostrava as eco pra ele, ele fazia planos e falava do Renato com tanto entusiasmo.”

Até que Renato nasceu. Pamela, mais uma vez, achou que Robinson iria deixá-la, já que era início de relacionamento e agora ele teria o Renato para criar. Porém, Robinson surpreendeu Pamela novamente.

Deixando a maternidade, quem ela encontra em casa? O Robinson e com uma aliança!

Largou tudo para viver com Pamela e Renato

Àquela altura os dois já não aguentavam mais ficar longe um do outro. Foi então que Robinson largou tudo na sua cidade para ir morar com Pamela e Renato. Ela nunca vai esquecer da primeira vez que Robinson chamou Renato de filho.

“Pra mim ele já era pai do Renato, mas ver que ele se sentia realmente pai do Renato, foi tão bom. Ele escolheu ser o pai do Renato, ele largou toda liberdade dele pra ficar com a gente.”

Esse é o pai do Renato, gente, e ninguém pode dizer que não é. Não é apenas um cara que está criando “um filho que não é dele”,.

“O Renato é dele e não é o sangue que vai mudar isso. Enfim, precisava contar a história do cara mais foda que eu já conheci.”

Que depoimento (declaração de amor!) lindo, Pamela!❤️

Você nos fez lembrar do Raphael, que assumiu a paternidade da filha da amiga da namorada. Por mais caras como esses dois, que escolhem ser pais independentemente de laços sanguíneos.

Veja o relato de Pamela na íntegra:

 

O Luan também é um pai incrível! Improvisou uma bicicleta para conseguir trabalhar e cuidar do filho de 4 anos ao mesmo tempo. Ele conta com a nossa ajuda para não precisar mais levar o filho ao trabalho. Faça sua contribuição!

Fonte - 010 -

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.