News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2021

Livre

SAÚDE - Especialistas alertam para a importância do diagnóstico precoce no tratamento do câncer

O programa ao vivo transmitido pela rede social da Agevisa contou com a participação da médica, Cindy Bariani e Rose Britto, coordenadora Estadual da Vigilância Epidemiológica do Câncer, em Rondônia.
Quarta-Feira, 09 de Dezembro de 2020 - 15:12

O Governo do Estado, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) realizou live sobre o Diagnóstico do Câncer em Rondônia. O programa ao vivo transmitido pela rede social da Agevisa contou com a participação da médica, Cindy Bariani e Rose Britto, coordenadora Estadual da Vigilância Epidemiológica do Câncer, em Rondônia.

“A maior parte das pessoas que ouve a palavra câncer, pensa que tem pouco tempo de vida, que é hora de fazer o testamento, acertar as coisas com a família porque virá a falecer em pouco tempo. Mas, não é bem assim: hoje em dia, existem neoplasias que tem um prognóstico excelente, tanto à cirurgia, como também à quimioterapia. Há linfomas que matavam e que hoje apresentam taxas de cura de mais de 90%. O diagnóstico indicou câncer? Ok, que tipo de câncer? Precisamos entender, que hoje, essa doença não traz todo aquele estigma de tempos atrás”. Com essas palavras, a médica, Cindy Bariani, anatomopatologista do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, em Porto Velho, tranquiliza a população e convida os moradores a manter em dia o tratamento de saúde, e caso necessário, realizarem a biópsia, um exame tão temido entre as pessoas, mas, que de acordo com a médica, é decisivo para iniciar o tratamento precoce, uma alternativa positiva para o tratamento do câncer.

Na live, elas explicam que o câncer de pele, por exemplo, é um dos tipos que mais acometem a população de Rondônia, mas se tiver um diagnóstico rápido, esse tipo de neoplasia pode ser revertido. “Existe uma conduta dotada de vigilância ativa. O paciente pode até vir a falecer, mas, por outras causas, porque o câncer, se tiver um tratamento precoce, se desenvolve de forma lenta e silenciosa”, detalha a médica.

Ela explica, que a região norte, é campeã, em cânceres de pele, mas, que geralmente são operados, retirados completamente. “Fazemos diagnósticos de câncer de mama, neoplasias ósseas, de próstata e no mês de novembro, dedicado à saúde do homem, as atenções foram direcionadas à neoplasia de próstata, que se tiver também diagnóstico precoce, pode ser operado e ter um prognóstico muito bom”, relata.

Em relação ao exame da próstata, ela explica que, a partir do laudo, é possível informar para o médico, que fará o acompanhamento clínico, até mesmo, o tamanho do tumor. “A neoplasia de próstata, se descoberta rápido, tem cura. O paciente, não precisa mais se preocupar. O receio é muito comum em pessoas, principalmente, a partir da terceira idade, mas, não precisa mais ter esse medo, às vezes, com receio do diagnóstico, muitos não fazem os exames”, lembra.

“O problema de não fazer o diagnóstico precoce, é o tumor quando descoberto não estar tão pequeno assim, nem tão restrito à próstata. Aí sim, nestes casos, para chegar ao mesmo resultado, o tratamento precisará ser mais agressivo, incluindo quimioterapia”, completa Cindy Bariani.

Ela reforça que o diagnóstico precoce é tão importante que pode ser um divisor de águas, entre a cura do paciente ou a realização de tratamento mais longo, com consequências. “Pelo menos essa informação gostaria que fixasse para a população: a taxa de cura quando o diagnóstico é precoce, é alta. Por isso, todos devem ficar atentos aos exames que precisam fazer, homens e mulheres devem seguir isso corretamente, à risca”, pontua a médica.

ONDE PROCURAR AJUDA

Rose Britto, lembra que o caminho que deve ser seguido pela população é encaminhar-se à uma Unidade de Saúde e conversar com o médico para fazer os exames rotineiros de saúde. A partir daí, o profissional vai indicar a necessidade de todos os procedimentos, inclusive os exames preventivos de câncer para homens e mulheres.

A coordenadora solicita à população que colabore com os profissionais de saúde, fornecendo os dados corretos, como endereço atualizado, telefones, documentos pessoais e cópias de exames, que facilitam o acesso na hora do agendamento e colabora com a estatística. “Pelos dados estatísticos, podemos fazer um planejamento eficiente e melhorar a prestação de serviço à população”, reforça.

Ana Flora Gerhardt, diretora da Agevisa, lembra que todas as lives que pontuaram questões relacionadas à Saúde, ao longo dos últimos meses, estão disponíveis na rede social da Agevisa e foi a forma encontrada de aproximar profissionais de saúde e a população dos assuntos que não puderam ser tratados em eventos presenciais. “Ao longo dos últimos meses, as equipes se desdobraram para tratar de temas importantes para a saúde de nossa população, como o câncer, por exemplo”, define a diretora.

A entrevista completa e com mais informações sobre o Diagnóstico do Câncer estão disponíveis na rede social da Agevisa.

Fonte - 010 - SECOM - GOV/RO

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.