News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Domingo, 17 de Janeiro de 2021

14 anos

PRECONCEITO: Pai espanca a filha após ela dizer que está 'gostando de uma amiga' - VÍDEO

“Bom, esses são meus pais, espancando minha irmã só porque ela disse que estava “gostando da amiga”, diz o fotógrafo em texto que acompanha o vídeo.
Quarta-Feira, 09 de Dezembro de 2020 - 12:13

O fotógrafo Igor do Valle usou as redes sociais para expor, nesta segunda-feira (8), a agressão do pai à irmã, de apenas 9 anos, que estaria sendo espancada por dizer que “gostava de uma amiga”.

“Bom, esses são meus pais, espancando minha irmã só porque ela disse que estava “gostando da amiga”, diz o fotógrafo em texto que acompanha o vídeo. O caso aconteceu no Rio de Janeiro.

Nas imagens, Igor entra no quarto onde a irmã estava sendo agredida e começa a gravar. O espancamento da criança parece ter o aval da mãe. “Se filmar, é pior”, grita o agressor.

Igor chega a implorar: “não bate nela, por favor”, enquanto é possível ver um cinto na mão do agressor. A mãe do fotógrafo parece tentar impedir a gravação. Em seguida, ouve-se gritos de “vamos embora” e “faltam mais duas” ditos pelo pai da menina.

Outras agressões

O jovem contou que já foi agredido pelo próprio pai em caso de homofobia, por ser gay, e que procurou a polícia e o Conselho Tutelar para denunciar o caso.

“Eu passei por isso pelo fato de ser gay. Apanhei muito desse cara, até arma na minha cara ele colocou e agora ver minha irmã passar por isso eu não aceito, ele bate na minha mãe”, disse Igor.

O jovem ainda completou: “E nos ameaça falando que se denunciar ele vai matar a gente. Eu não sei o que fazer, só quero paz e a liberdade da minha irmã ser quem ela quiser, não vou mais me calar diante desse psicopata”.

No Instagram, Igor publicou stories explicando que teve que sair de casa para se proteger, mas que foi até uma delegacia para abrir um boletim de ocorrência para “tomar as devidas providências” em relação às agressões dos pais contra a menina de nove anos.

Depois, ele ainda contou que está na casa de uma amiga e que não conseguiu fazer nada na delegacia, porém, se encaminhou para o Conselho Tutelar, onde passou todas as informações da agressão contra a irmã e foi orientado a fazer um boletim de ocorrência pela internet. O jovem explicou que assim que chegou na casa da amiga abriu o boletim online para registrar o caso.

Igor ainda explicou que recebeu mensagens e ligações do pai ameaçando-o pela denúncia que ele fez ao publicar o vídeo na internet, mas ele pontua que não vai deixar a irmã passar pela mesma coisa que ele viveu.

Fonte - 010 - pragmatismopolitico

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.