News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2021

Livre

MADEIRA-MAMORÉ - Prefeitura fará audiências para tratar da concessão dos espaços da EFMM

As audiências acontecerão no Teatro Banzeiros, nos dias 22 de dezembro e 7 de janeiro, das 9h às 10h, no formato presencial e com transmissão online
Quarta-Feira, 02 de Dezembro de 2020 - 10:01

Avançando com o projeto de revitalização do Complexo da Estrada de Ferro Madeira Mamoré (EFMM), a Prefeitura de Porto Velho, por meio da Fundação Cultural (Funcultural), vai realizar duas audiências públicas para fazer o detalhamento e orientações sobre a forma de concessão dos espaços de cultura, artesanato regional, turismo e gastronomia que funcionarão no local.

As audiências públicas acontecerão no Teatro Banzeiros, nos dias 22 de dezembro e 7 de janeiro, das 9h às 10h, no formato presencial e com transmissão online, por meio de plataforma digital na internet.

Os encontros acontecerão após estudo de viabilidade e detalharão o potencial turístico e econômico da cidade e o advento da revitalização do pátio da EFMM, como obra marcante para a história local.

A revitalização do complexo da Estrada de Ferro Madeira Mamoré é uma iniciativa para o resgate e valorização do patrimônio histórico e cultural de Porto Velho, numa iniciativa com recursos de compensação social por parte do Consórcio Santo Antônio Energia – SAE e contrapartida da Prefeitura do Município, com apoio e supervisão do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN/RO.

"Com essa iniciativa, a Prefeitura não somente faz a reparação histórica, como também, sinaliza para a nossa cidade e sua população, com uma edificação grandiosa e significativa que ressalta boa parte do acervo da antiga ferrovia, num conjunto de acesso ao público que agregará espaços e ações de lazer, história, cultura, turismo, gastronomia e abre possibilidades de investimentos em negócios que, além da contemplação e bem-estar, propiciem a geração de emprego e renda", disse Ocampo Fernandes, presidente da Funcultural.

Ocampo lembra ainda que o processo de ocupação dos espaços de turismo, lazer, cultura e entretenimento, dentro do complexo histórico e turístico devem ocorrer obrigatoriamente por meio de concessão pública e, é por isto, a preocupação da Prefeitura em dar legitimidade ao processo e cumprir os enunciados e marcos legais de concessão.

Fonte - 010 - Comdecom

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.