News Rondônia Notícias de Rondônia, Brasil e o Mundo
Terça-Feira, 01 de Dezembro de 2020

Livre

Primeira vereadora negra de Joinville recebe ameaças de morte após ser eleita

Desde domingo, com a vitória nas urnas, primeira vereadora negra eleita na história de Joinville passou a ser vítima de injúria racial e de ameaças de morte
Quinta-Feira, 19 de Novembro de 2020 - 15:22

A primeira vereadora negra da história de Joinville (SC) passou a receber ameaças de morte e ser alvo de comentários racistas após sua vitória nas urnas no último domingo (15).

Ana Lúcia Martins (PT) registrou um Boletim de Ocorrência na Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (Dpcami) nesta quarta-feira (18).

“Instauramos um inquérito por injúria racial e ameaça. A priori é isso. O racismo a gente vai analisar posteriormente. Iniciamos agora a apuração dos fatos. Em relação à autoria, a gente ainda não tem”, detalhou a delegada Cláudia Cristiane Gonçalves de Lima.

Com 54 anos, Ana Lúcia está entre os 19 eleitos no domingo para o Legislativo no maior colégio eleitoral de Santa Catarina. O primeiros ataques começaram antes mesmo de sair o resultado das urnas. Depois, foram agravados por duas ameaças.

“Por meio de um perfil fake, recebi, por duas vezes, ameaças de morte, evidenciando que o problema central era eu ser a primeira mulher negra eleita da cidade”, disse Ana em uma rede social.

Um dos comentários direcionados à ela, por um perfil incialmente não identificado, diz: “Agora só falta a gente m4t4r el4 [sic] e entrar o suplente que é branco”.

“Não é uma simples opinião quando encoraja racismo e ameaça. […] Sabia que não seria fácil. Estava ciente que enfrentaria uma certa resistência em uma cidade que elegeu apenas na segunda década do século 21 a primeira mulher negra. Só não esperava ataques tão violentos”, comentou a vereadora eleita.

O Partido dos Trabalhadores divulgou nota repudiando as ameaças. A advogada do partido está prestando apoio e acompanhou Ana na delegacia. Segundo a profissional, a possibilidade de pedir proteção à Ana é avaliada.

“Diante desse gravíssimo fato, manifestamos nossa solidariedade e apoio à companheira Ana Lúcia Martins e esperamos que as autoridades atuem de maneira rápida no intuito de descobrir e responsabilizar os autores, para que sejam levados à justiça”, diz um trecho da nota do PT.

Ana nasceu no bairro Floresta, zona Sul de Joinville, atuou como servidora pública e é uma das lideranças na defesa dos direitos das mulheres, da população negra, imigrantes e de comunidade periféricas.

Fonte - 010 - pragmatismopolitico

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.