News Rondônia Notícias de Rondônia, Brasil e o Mundo
Sexta-Feira, 27 de Novembro de 2020

Livre

Morto por falésia em Pipa já foi destaque de matéria em rede nacional

Morto por falésia em Pipa fez post comovente há poucos dias e já foi ao ar em rede nacional em programa apresentado por Paulo Henrique Amorim. Família tinha história de aventuras e era ligada à natureza e viagens. Apuração inicial aponta que tragédia desta terça não foi um "acidente"
Quinta-Feira, 19 de Novembro de 2020 - 08:36

Stella Souza, Hugo Mendes Pereira e o bebê do casal de 7 meses, Sol Mendes, morreram soterrados nesta terça-feira (17) após o desabamento de uma falésia na Praia de Pipa (RN). O cachorro da família também morreu.

Hugo, de 32 anos, já havia protagonizado uma matéria veiculada em rede nacional em 2017, no programa Domingo Espetacular, na época apresentado pelo jornalista Paulo Henrique Amorim.

Quando a reportagem foi ao ar, Hugo tinha 29 anos e morava em Búzios, no Rio de Janeiro, em um carro adaptado. Ele viajava o mundo com uma cachorra chamada Brisa (vídeo abaixo).

Hugo e Stella gostavam de ser chamados de hippies e eram donos da pequena pousada Morada da Brisa (nome em homenagem à cadela), que fica na principal avenida de Pipa. Eles tinham uma estreita ligação com a natureza, animais e viagens.

Hugo e sua cachorrinha deixaram Jundiaí em 2015, após a mãe dele morrer de câncer. Ele decidiu ali largar o emprego que tinha de coordenador de projetos internacionais, pegou sua prancha de surf e foi viajar o país.

“Tinha um trabalho estável muito bem remunerado e um cargo de nome bonito. Sair parecia loucura, saí pela porta da frente e deixei aberta. De lá pra cá, passei por 5 continentes, vários países, distintas culturas, 24 estados no Brasil. Lugares dos mais diversos, pessoas das mais incríveis”, contou ele em postagem publicada no Instagram há 1 mês.

Juntos, Hugo e Brisa viajaram o país até ela precisar parar as viagens em novembro 2018: a cadela estava com tumor na coluna. Ele então se desfez da kombi para fixar residência em Pipa. Em homenagem a ela, além do nome da pousada, Hugo fez uma tatuagem na perna com o rosto de Brisa em setembro deste ano.

Já em Pipa, Hugo conheceu a psicóloga potiguar Stella. Logo, eles começaram a namorar e foram viver juntos. No ano passado, ela engravidou e teve o filho.

A pousada de Hugo e Stella tinha uma das melhores avaliações de Pipa na plataforma de hospedagem Booking. Os donos eram sempre mencionados nas avaliações positivas.

“Hugo era um exemplo de persistência a uma missão de ser feliz”, conta o amigo de Jundiaí Rodrigo Ienne. “Um fantástico inspirador de sonhos”, relatou o amigo Márcio Roberto de Farias.

De acordo com testemunhas, Stella tentou proteger o filho no momento do desabamento da falésia. Ela foi encontrada abraçada ao bebê. “Ainda deu tempo de a mãe tentar segurar a criança, por isso que os adultos estavam mais machucados, porque a mãe estava abraçada com ele”, relatou o empresário Igor Caetano.

Veja a íntegra do texto compartilhado por Hugo Pereira em outubro:

“Veja só, 5 anos atrás tinha um trabalho estável , muito bem remunerado , um cargo de nome bonito : coordenador de projetos internacionais.

Foram 8 anos no grupo América móvel (claro + Embratel + Net) , 8 promoções na carteira . Convênio médico, odontológico, vale refeição gordo, plano de carreira. Sair parecia loucura, sai pela porta da frente e deixei aberta.

De lá pra c, passei por 5 continentes, vários países , distintas culturas, 24 estados no Brasil. Lugares dos mais diversos, pessoas das mais incríveis.

Fiz coisas que nunca havia sequer pensado em fazer, trabalhei na louça, na faxina, diária de servente , trabalhei de voluntário, cerca no meio do mato. Fui feito de otário por quem corria comigo , fui amado por quem eu nunca nem tinha visto .

Almocei na igreja, fiquei sem almoçar , almocei no restaurante chique. Dormi na rua, dormi na praia , na barraca , na casa abandonada, na praça , no aeroporto, por anos morei no carro.

No caminho me realizei trabalhando com hospedagem, participei de vários projetos e hoje em família temos o @moradadadabrisapipa , o qual na última temporada recebemos 521 pessoas de 17 países e no sapatinho ficamos entre as 10 melhores avaliadas da cidade. Cidade com mais de 493 propriedades cadastradas na maior plataforma de reservas do mundo, booking.com

Poucos sabem, mas em paralelo sigo trabalhando registrado, com 32 anos, tenho 12 anos de registro, sim o hippie CLT.. Até ontem trabalhava em um hotel 5 estrelas, em uma escala 6 por 1, e de madrugada para poder conciliar com nosso negócio, era auditor . Já eram quase dois anos dormindo pouco e agora com filho pequeno estava punk.

Terça feira , no dia do meu aniversário , porque pra quem acredita em Deus , não existe coincidência nem sorte fui presenteado com um convite pra lá de especial . Vou ser gerente no maior hotel de Pipa , hotel com mais de 130 apartamentos . Mesmo hotel que há 4 anos iniciei meus trabalhos com hotelaria, volto, de novo pela porta da frente. Muito feliz.

Lilian Pereira, Pedro Holanda , sou eternamente grato . Obrigado pela oportunidade .

Stela . Sol. Amo vocês.

Vídeo Domingo Espetacular (2017):

Bomba relógio

A Prefeitura de Tibau do Sul sabia dos riscos de desabamento das falésias na Praia de Pipa. Os perigos do trecho já haviam sido alertados em recomendações feitas pelo Ministério Público Federal do RN (MPF-RN). Uma delas fez com que o Município contratasse uma equipe de profissionais para mapear as áreas de maior ameaça.

“O Município contratou um geólogo, já fez esse mapeamento e está na fase final desse relatório. A partir da conclusão, haverá uma nova audiência do MPF para os encaminhamentos e como tratar de forma mais conclusiva o que está acontecendo”, explicou o coordenador estadual de Defesa Civil, Marcos de Carvalho.

Após o acidente nesta tarde, equipes da Defesa Civil do RN e de Tibau do Sul estiveram em Pipa para decidir sobre uma possível interdição do trecho. Os estabelecimentos do topo da falésia passaram por inspeção e, por conta da maré alta, só na manhã de quarta-feira (18) haverá uma avaliação da área onde aconteceu o acidente.

“Eu sou nascido e criado aqui e sempre aconteceu isso, mas cada vez mais o mar está destruindo a falésia. A gente vê os turistas aproveitando a sombra das falésias e pede pra eles saírem porque a gente sabe do risco”, afirmou um pescador da região.

A secretária de Meio Ambiente Urbanismo de Tibau do Sul, Ieda Cortez, explicou que o município tem trabalhado na conclusão do relatório técnico e acredita que o desabamento foi intensificado pela ação forte da maré.

“Nós vínhamos fazendo um levantamento das falésias. Isso se soma a um fator de ação das marés. As marés dos dois últimos meses estão muito violentas”, disse.

“Nós estávamos tomando providências paliativas, preventivas. Nós fizemos em julho uma vistoria com a Defesa Civil Estadual e percorremos esse ponto até a Baía dos Golfinhos em relação a essa sinalização. Pusemos algumas placas com riscos de quedas. Hoje nós tínhamos um fiscal de praia. Colocamos fiscais de praia para alertar os banhistas disso”, disse.

Segundo o secretário de Serviços Urbanos de Tibau do Sul, Francisco Albuquerque Neto, a Prefeitura havia colocado uma placa também no trecho em que o acidente aconteceu, mas ela foi destruída pela ação do mar.

“A gente coloca placas de advertência, mas vendo que há uma dificuldade pela falésia ser muito próxima da praia, que faz ela ser retirada pela natureza mesmo”, disse.

O jornalista Flávio Rangel comentou o desabamento em Pipa. “A tragédia na Praia de Pipa não é um “acidente”: é mais um exemplo de como somos despreparados para a exploração do turismo e de nossos ambientes naturais. Muita tristeza pela família”, escreveu.

Fonte - 010 - pragmatismopolitico

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.