News Rondônia Notícias de Rondônia, Brasil e o Mundo
Quarta-Feira, 25 de Novembro de 2020

Livre

Mauro Nazif participa de audiência da CPI da energisa na assembleia legislativa de Rondônia

A próxima audiência pública da CPI, será no dia 26/10, às 15hs.
Terça-Feira, 20 de Outubro de 2020 - 09:02

O deputado federal Mauro Nazif (PSB -RO) participou na manhã desta segunda-feira (19), de audiência pública da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Energisa, na Assembleia Legislativa de Rondônia. Presentes na reunião, os deputados estaduais Alex Redano (PRB), presidente da CPI, o relator Jair Montes (Avante) e demais deputados, os deputados federais Léo Moraes (PODE-RO) e Mariana Carvalho (PSDB-RO), assim como representantes da Energisa.

Mauro Nazif foi convidado pela ALE/RO para a audiência referente a CPI da Energisa e parabenizou os deputados pela atuação na CPI em prol do povo de Rondônia. Ao se pronunciar em nome da bancada federal, Mauro questionou a falta de representantes da Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL na reunião. "Para mim a Energisa é ladra e a ANEEL covarde, tanto que nem participar da reunião, participa, quem é covarde não bota a cara!". E citou audiência pública virtual do dia 08, na ANEEL em que a Energisa solicitou nova revisão tarifária, "Nessa audiência na ANEEL,  a Energisa pediu mais uma revisão tarifária extraordinária, e aqui é importante frisar a diferença entre revisão e reajuste, a revisão só é concedida a cada 05 anos, mas no contrato existe a revisão extraordinária de maneira especial, desde que seja demonstrado um desequilíbrio financeiro, o que não houve, não existe. Somado a isso, no contrato, diz que a revisão tem que ser solicitada com 01 ano de antecedência. Só para exemplificar, quando eles adquiriram a empresa por meio de privatização em outubro de 2018, em menos de 45 dias já pediam revisão, o que é isso, o que demonstra? Eu digo que é má-fé, bandido, não cabe outra expressão. O contrato diz que a revisão é de um ano para o outro e eles estão na terceira solicitação de revisão, e a ANEEL ainda foi discutir isso, ela deveria ter barrado, é ultrajante".

O parlamentar cobrou ainda do governo do estado a defesa do povo de Rondônia, "O governo do estado é responsável, é pai de 2 milhões de habitantes, o que o governador Marcos Rocha fez em defesa da população nessa questão da Energisa? Quis anistiar a dívida da Energisa, enviou para a Assembleia, uma proposta de anistia em que a dívida fica em torno de R$ 700 milhões e que pode ser paga em precatório. Normalmente precatório se paga 30% do valor, que dá R$ 230 milhões, ou seja, dos mais de R$ 2 bilhões serão pagos apenas 10% do valor, um absurdo! E graças aos deputados desta casa, a matéria não foi a votação. Isso é um desrespeito, uma afronta ao estado e a população de Rondônia. E sugiro nesta CPI, o convite para o governo do estado, que venha fazer parte e falar qual é a ação do governo do estado em defesa da população do estado de Rondônia. Não devemos aliviar para nenhum dos atores envolvidos neste processo, o povo de Rondônia clama, o povo de Rondônia chora", finalizou Nazif.

A próxima audiência pública da CPI, será no dia 26/10, às 15hs.

Fonte - 010 - Assessoria
Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.