Livre

OUTUBRO ROSA - Semusa realiza segundo mutir鉶 de DIU em mulheres com idade f閞til

Ao todo, 183 mulheres receberam o m閠odo contraceptivo durante as duas a珲es
Quinta-Feira, 15 de Outubro de 2020 - 16:13

Outubro é o mês da campanha de prevenção contra o câncer de mama e colo de útero. Para promover a saúde das mulheres, a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) realizou dois mutirões para a inserção do Dispositivo Intrauterino (DIU), nos dias 3 e 10 de outubro. Ao todo, 183 mulheres foram atendidas nas ações.

Os mutirões aconteceram no Centro de Referência em Saúde da Mulher (CRSM) com pacientes encaminhadas pelas 19 unidades de saúde da zona urbana. Na primeira ação, realizada em 3 de outubro, 81 mulheres, encaminhadas por nove unidades, foram atendidas com a colocação do DIU. Na segunda ação, ocorrida em 10 de outubro, 102 mulheres realizaram o procedimento de contracepção, encaminhadas por 10 unidades de saúde.

Segundo a médica ginecologista, Sylvie Amado, antes da colocação do DIU todas as pacientes precisam passar por alguns testes disponíveis no mutirão, entre eles o de gravidez, HIV, sífilis e hepatites B e C. O resultado sai em poucos minutos e nos casos negativos a mulher é encaminhada para inserção do dispositivo.

A coordenadora do Programa de Saúde da Mulher, Cristilane Delgado, explica que todas as mulheres em idade fértil podem fazer uso do DIU. Basta procurar uma unidade de saúde próxima de casa e manifestar desejo pelo método para ser encaminhada ao procedimento.

Outros métodos de prevenção de gravidez também estão disponíveis nas unidades de saúde, como os de uso oral, injetável e camisinhas, que fazem parte do trabalho de planejamento reprodutivo e familiar desenvolvido pela Semusa, através da atenção básica.

BAIXO MADEIRA

A Semusa, através do Programa de Saúde da Mulher, também vai levar os mutirões para as mulheres ribeirinhas. As ações acontecerão no Baixo Madeira entre os dias 23 e 25 de outubro.

Além da inserção do DIU em mulheres que já estão na fila de espera, a Semusa também vai capacitar os profissionais de saúde das localidades para que façam o procedimento de forma a reduzir o tempo de espera das pacientes.

Fonte - Assessoria

Comentários

News Pol韈ia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.