Livre

CIÊNCIA - Artigo científico de professores da rede estadual de ensino em Ji-Paraná é inscrito em eventos nacionais e internacional

Em conjunto, eles produziram e inscreveram um artigo científico na área da matemática e já garantiram a participação em eventos, que serão realizados por meio da internet.
Quarta-Feira, 14 de Outubro de 2020 - 15:58

Neste tempo em que as aulas seguem de forma remota, devido à pandemia do coronavírus, três professores efetivos da rede estadual de ensino em Ji-Paraná avançam nos conhecimentos e garantem a participação com estudo científico em eventos nacionais e internacional, com o foco de ampliar a capacidade de aprendizagem do estudante do ensino médio e universitário. O trabalho é fruto da união de interesses em comum de Gleidson Paulo Rodrigues Alves, mestrando em Educação Escolar; e dos professores Paulo Malicka Musiau, mestre em Física; e, Vânia Costa Ferreira Vanuchi, mestre em Educação em Ciências.

Em conjunto, eles produziram e inscreveram um artigo científico na área da matemática e já garantiram a participação em eventos, que serão realizados por meio da internet. Titulado em “Metodologias ativas no ensino e aprendizagem de cálculo diferencial e integral. Tudo junto e misturado?”, o artigo científico foi aceito sem ressalvas em todos os eventos, que acontecem de forma online.

O primeiro deles é o 7º Congresso Nacional de Educação (Conedu), de 15 a 17 de outubro. Os professores também estão inscritos em dois eventos simultâneos, que são: o 5º Congresso Internacional de Pesquisa em Letras no contexto Latino-Americano, e no 14º Simpósio Nacional de Literatura, História e Memória, em novembro. Em setembro, os professores tiveram o trabalho cientifico inscrito nos anais da 20ª Semana da Matemática, realizado no campus local da Fundação Universidade Federal de Rondônia (Unir).

Gleidson Alves leciona no Colégio Tiradentes da Polícia Militar (CTPM IV). Os outros dois lecionam na escola Alejandro Yagüe Mayor, responsável pela maior nota do último Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) entre as escolas estaduais que atuam em tempo integral.

O estudo científico apresenta novas metodologias propondo a inserção de estratégias pouco usuais no cotidiano escolar. “Esse novo formato desperta no aluno maior interesse pelos cálculos”, revela o professor Gleidson Alves, após aplicar as técnicas em sala de aula antes de inscrever o trabalho científico nos eventos virtuais.

A atividade em conjunto dos três professores propõe melhoria na qualidade do trabalho que o professor desenvolve na sala de aula, sendo muito mais refinado do que já existe. Ainda que o momento pandêmico esteja em curso, os servidores de Ji-Paraná estão alinhados em estudos e trabalhando em parceria para melhorar as condições do processo educacional.

“O processo de formação do professor não deve acabar na formação inicial ou em alguns cursos de atualizações. Deve ser permanente durante toda a vida profissional como proposta de contribuir para qualidade de ensino”, entende o professor Paulo Musiau, sobre a missão em parceria com os demais colegas ao elaborar o artigo científico e a participação nos eventos nacionais e internacional.

De acordo com o professor-mestre Musiau, o ensino e aprendizagem da Matemática é uma forma descontextualizada seguindo uma sequência de regras. “O avanço tecnológico tem modificado a forma de acesso às informações, propiciando o surgimento de uma nova sociedade que está voltada para informação e para o uso das diversas multimídias e no âmbito educacional”.

Fonte - 010 - SECOM - GOV/RO

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.