Livre

Lenha na fogueira: Nossa Senhora de Nazaré

Sabado, 10 de Outubro de 2020 - 08:59
Para quem não sabe, Nossa Senhora de Nazaré não é apenas festejada em Belém, ela é a Padroeira da Amazônia e em consequência disso, na maioria das cidades da Amazônia realizam seus Círios de Nazaré.

Neste ano, pela primeira vez na história, os devotos de Nossa Senhora de Nazaré não poderão acompanhar as romarias do Círio de forma presencial, por conta da pandemia do novo coronavírus.


Para quem não sabe, Nossa Senhora de Nazaré não é apenas festejada em Belém, ela é a Padroeira da Amazônia e em consequência disso, na maioria das cidades da Amazônia realizam seus Círios de Nazaré.


A festa sempre acontece no segundo domingo do mês de outubro.


Outra, Nossa Senhora de Nazaré é a Padroeira do Estado de Rondônia e até, pouco atrás acontecia em Porto Velho também no segundo domingo de outubro, o Círio de Nazaré. Isso acontecia em Porto Velho desde a década de 1930.


Infelizmente chegou um padre em Porto Velho que assumiu a Paróquia de Nazaré que fica a rua Pau Ferro na Zona Sul da Cidade e sem uma explicação plausível mudou o festejo de N. S. de Nazaré para o segundo domingo do mês de setembro.


À época as devotas ou como se diz na igreja católica a "Irmandade de N.S. de Nazaré" protestou, mas, não foi ouvida e uma festa que era tradição desde o início dos anos de 1930 deixou de acontecer paralela a festa do Círio em Belém (PA).


 De qualquer maneira os paraenses que residem em Porto Velho, com certeza neste domingo vão degustar em seus almoços um saboroso "Pato no Tucupi" ou então uma gostosa Maniçoba.


Ano passado minha amiga professora Nazaré Silva Figueiredo me convidou para um almoço na residência do seu cunhado João lá no bairro Lagoa e contando inclusive com a presença do agora saudoso amigo Miguel Silva nos 'empapuçamos' de Maniçoba.


Este ano o almoço do qual participaremos amanhã, dia do Círio de Nazaré, será oferecido pelo amigo Alberto Rodrigues o Pai Beto.


O certo é que os Paraenses de Porto Velho, não vão deixar passar o Círio de Nazaré em Branco. Então: VIVA NOSSA SENHORA DE NAZARÉ!


DIA DAS CRIANÇAS:


Em tempo de pandemia a criatividade é a melhor maneira da gente se comunicar com nosso próximo.


Uma professora do ensino infantil, desenvolveu um método para facilitar sua comunicação com as crianças suas alunas, que desde de março estão sem poder frequentar a sala de aula. Vejam a criatividade da professora Tânia Cordeiro:


Para dar continuidade as atividades escolares durante o período de pandemia do novo coronavírus, uma professora da rede municipal de ensino de Porto Velho vem inovando nas estratégias pedagógicas para assim se manter próxima dos estudantes.


Por iniciativa própria, Tânia Cordeiro, professora do ensino infantil na escola Nova República, que além de ter criado um canal no YouTube para transmitir conhecimento, montou uma estratégia de comemoração para o Dia das Crianças, no dia 12 de outubro.


A professora explica que a cada 15 dias os pais comparecem até a escola para buscar as atividades designadas às crianças e que eles vêm sentindo o distanciamento social.


"Estamos sem nos ver pessoalmente desde de março. Eu recebo áudio das crianças falando: professora, eu tenho a minha máscara e o álcool, mas a minha mãe disse que eu não posso ir na escola buscar a minha atividade, estou com muita saudade da senhora.


Então pensei em fazer uma surpresa para elas com esse projeto para o Dia das Crianças", explicou a educadora que pretende visitar a casa de todos os estudantes matriculados na turma.


A visita, já combinada com os pais, vai acontecer no dia 12 de outubro, a partir das 7h30.


Tânia estará caracterizada com a personagem infantil Bela e pretende entregar lembrancinhas com guloseimas aos pequenos. "Assim mataremos um pouco da saudade", comentou a professora.


O ator e diretor Cecil Thiré morreu nesta sexta-feira (9) no Rio de Janeiro aos 77 anos. Ele sofria do Mal de Parkinson e morreu enquanto dormia em casa, na Zona Sul do Rio.


Encerramos a coluna de hoje, registrando nossas condolências ao amigo Marcelinho Freire que perdeu no dia de ontem, sua esposa a Doutora Claudete Pereira. Claudete foi nossa colega de trabalho no Diário da Amazônia onde conheceu e se casou com o Marcelinho. Que Deus a receba em seu reino.

Fonte - Zé Katraca - NewsRondônia

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.