Livre

Investimentos em desenvolvimento social são destaque em 7 anos de operação plena da UHE Jirau

Cooperativa de produtores rurais e agroindústrias são alguns deles
Sexta-Feira, 09 de Outubro de 2020 - 16:38

A Usina Hidrelétrica (UHE) Jirau completou 7 anos de operação comercial em setembro deste ano comemorando uma contribuição importante para a eficiência energética do Brasil e também para o desenvolvimento sustentável da região amazônica, onde está inserida.

Nesse sentido, a UHE Jirau desenvolve projetos sociais na área da saúde pública, meio ambiente, educação, inovação, entre outras áreas que melhoram a qualidade de vida, bem como fortalecem o setor elétrico e o conhecimento científico, com perspectivas de um futuro próspero e construindo um legado de bons exemplos.

Um dos destaques é a COOPPROJIRAU, uma cooperativa de produtores rurais que gera emprego e renda e este ano completa dez anos de criação. Como resultado, já são duas agroindústrias, de açaí e outra de farinha, além do trabalho de recuperação de áreas degradadas, projeto piloto com diversos cultivares experimentais, psicultura, horticultura, entre outras ações tão essenciais ao desenvolvimento. Saiba mais no nosso site.

Outro reconhecimento concebido à UHE Jirau foi a certificação pela Organização das Nações Unidas (ONU) como a maior geradora de energia renovável do mundo na redução de emissão dos Gases de Efeito Estufa. Desde 2016, quando a última turbina entrou em operação, Jirau gera a cada ano cerca de 6 milhões de Reduções Certificadas de Emissões, o suficiente para compensar as emissões de Gases do Efeito Estufa de todos os voos internacionais do transporte aéreo brasileiro.

“Este ano o evento Rio Open, maior competição de tênis da América Latina, aconteceu em fevereiro no Rio de Janeiro e teve as emissões de mais de 400 toneladas de CO2 compensadas pelos créditos de carbono da UHE Jirau. Dessa forma, se tornou um evento de carbono neutro com reconhecimento da ONU. Esta é a segunda vez que Jirau doa crédito de carbono, a primeira foi para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos – Rio 2016”, afirmou Veríssimo Alves, Gerente de Meio Ambiente e Socioeconomia da Usina Jirau.

Fonte - 010 - Assessoria

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.