Livre

CAMPANHA - Ferramenta de comunicação com dados sobre a Sífilis é divulgada durante abertura de campanha da Agevisa

Ana Flora Gerhardt, diretora- geral da Agevisa realizou a abertura do evento on-line e falou da importância da população, de uma maneira geral, buscar informações acerca de doenças sexualmente transmissíveis, incluindo a Sífilis.
Sexta-Feira, 09 de Outubro de 2020 - 11:24

A disponibilização do Cartão Digital Interativo com informações, dados e vídeos sobre Sífilis tanto congênita quanto adquirida foi um dos assuntos tratados durante a abertura da campanha estadual de Combate à Sífilis, por meio de live transmitida pela rede social da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) nessa quarta-feira (7), em Porto Velho.

Ana Flora Gerhardt, diretora- geral da Agevisa realizou a abertura do evento on-line e falou da importância da população, de uma maneira geral, buscar informações acerca de doenças sexualmente transmissíveis, incluindo a Sífilis.

Uma das preocupações dos profissionais de saúde é o aumento no número de crianças que adquiriram a doença de suas mães no período gestacional. “Este ano, o Ministério da Saúde abriu a campanha de combate à Sífilis através de uma ferramenta de comunicação de saúde, que em parceria com a Universidade do Rio Grande do Norte, criaram o Cartão Digital Interativo, com dados referentes à Sífilis, vídeos com informações sobre prevenção e tratamento da doença. Esse cartão foi feito em parceria com o departamento de vigilância de doenças crônicas e infecções sexualmente transmissíveis, do Ministério da Saúde”, detalhou a diretora.

A ferramenta de comunicação está disponível na página da Agevisa no Portal do Governo ou na rede social da Agevisa.

A abertura da campanha contou com a participação de profissionais de saúde de todo o Estado de Rondônia, universitários da área da saúde e demais pessoas interessadas em informações sobre doenças sexualmente transmissíveis, como Sífilis e HIV/Aids. A campanha faz alusão ao Dia Nacional de Combate à Sífilis congênita, este ano realizado em 17 de outubro.

O Dia Nacional da Sífilis Congênita foi instituído no ano de 2017, no terceiro sábado do mês de outubro de cada ano, e tem como objetivo enfatizar a importância do diagnóstico, do tratamento adequado da Sífilis como infecção sexualmente transmissível, principalmente nas gestantes, durante o pré-natal.

“Os dados epidemiológicos nacionais indicam que nos últimos cinco anos foi observado aumento constante do número de casos de Sífilis em gestantes, tanto a congênita quanto a adquirida e o cenário da pandemia da Covid-19 provocou a tendência de dificultar o acesso da população aos tratamentos de saúde”, lembra Ana Flora.

Para contemplar o tema de maneira mais abrangente, o Governo de Rondônia, por meio da Agevisa vai realizar no decorrer do mês de outubro lives com temas relevantes voltados à prevenção da transmissão vertical da Sífilis, HIV e Hepatites B e C. A medida facilita o acesso às informações aos interessados em todas as regiões do Brasil. As demais lives serão nos dias 14, 21 e 28 de outubro.

Para finalizar, a diretora lembrou que a melhor maneira para se prevenir da Sífilis é por meio da utilização de preservativos e também falou da disponibilização gratuita dos testes para detecção da doença, disponíveis em Unidades Básicas de Saúde. “O Governo de Rondônia distribui para  todos os municípios do Estado, para que as pessoas possam ir em busca do diagnóstico e tratar a doença”, finalizou Ana Flora.

O evento virtual contou com participação de Stella Maris Garcia, coordenadora estadual da Sífilis/Agevisa e também tratou sobre a prevenção da transmissão vertical do HIV/Aids, com explanação dos médicos infectologistas, Maiara Cristina Ferreira Soares e Gladson Denny Siqueira.

Fonte - 010 - SECOM - GOV/RO

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.