Livre

Cremero solicita providências quanto à conduta de advogada em rede social

Advogada de Minas Gerais promove publicações em rede social incompatível com valores éticos
Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020 - 12:15

Durante todo o dia 22 de setembro de 2020 e de forma pública, repercutiu, em âmbito nacional e de forma bastante negativa para a categoria médica, a postura da advogada e Presidente da Comissão de Direito Médico da Subseção da OAB de Contagem (MG), Dra. Nathália Arícia Corrêa (OAB/MG nº 192.402), que postou, em suas redes sociais, informações ofensivas em anúncios nada discretos, com a intenção de captar clientes, atacando injustamente a classe médica e incentivando pacientes a processarem médicos. Diante deste fato, o Conselho Regional de Medicina de Rondônia (Cremero) realizou uma representação na OAB – Seccional Minas Gerais e Rondônia e ao Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/MG.

De acordo com o Presidente do Cremero, Dr. Robinson Machado, diversas instituições médicas e outros Conselhos de Medicina fizeram o mesmo dentro de suas competências e jurisdições. "Diante de sua conduta antiprofissional, por promover ataques contra profissionais médicos, mercantilizando suas postagens, este Conselho solicitou que sejam tomadas as medidas urgente de afastamento da advogada, se já não houver sido, da presidência da Comissão de Direito Médico da Subseção de Contagem (MG), a imediata instauração de representação ética em desfavor da mesma e a aplicação das penalidades previstas e cabíveis diante dos fatos requerendo desde já punição nos termos do artigo 34 do Estatuto da Ordem, Lei nº 8.906 de 04 de Julho de 1994," acrescentou.

Para o Setor Jurídico do Cremero, a conduta da advogada, que afirma ser Presidente de Comissão da OAB, atua de maneira inversa do que se espera da boa advocacia. "Ela criou um chamariz para possível captação de clientes, atuando de forma a colocar em xeque o Código de Ética e Estatuto da Advocacia, com desprestígio à OAB, ofendendo a classe profissional médica. É notório que a conduta da advogada se mostra totalmente incompatível com a postura da classe advocatícia, usando de difamações, ataques e ofensas totalmente descabidas aos médicos", lamentou o advogado Dr. Marcos Sobrinho.

 

.

Fonte - assessoria/cremero

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.