Livre

FIQUE ATENTO: Golpe do leilão de carros já atingiu mais de 52 mil brasileiros

Apesar de ser uma fraude sofisticada, há como se prevenir desse golpe
Terça-Feira, 29 de Setembro de 2020 - 11:00

O dfndr lab, laboratório especializado em segurança digital da PSafe, identificou 819 páginas falsas que se passam por sites de leilão para veículos. O monitoramento iniciou em junho deste ano, e até então já foram detectados mais de 52 mil acessos e compartilhamentos a este tipo de golpe.

Os sites falsos mostram anúncios de carros e motos seminovos, que supostamente estariam sendo leiloados com valores bem abaixo do mercado. Os criminosos incluem ainda informações detalhadas sobre os veículos do falso leilão, como ‘IPVA 2020 pago’ e até mesmo supostas certificações.

Muitas das páginas utilizam até mesmo nomes de instituições conhecidas para ganhar credibilidade e alcançar ainda mais vítimas. Também copiam muitas informações de sites verdadeiros, como por exemplo: “credenciado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo”.

Os criminosos pedem cópias de documentos das vítimas e as induzem a fazer o pagamento do lance o quanto antes. Acreditando que fizeram um bom negócio, as vítimas fazem o depósito na conta bancária do atacante e nunca recebem o veículo. Quando tentam contestar o pagamento, são ignoradas, ou recebem respostas que apenas postergam uma alegada “solução” para dias ou semanas, e esse prazo nunca chega.

Apesar de ser uma fraude sofisticada, há como se prevenir desse golpe:

1) Verifique quem é o leiloeiro.

- Financeiras costumam fazer os leilões por meio de leiloeiros regularmente inscritos na Junta Comercial do Estado onde estão localizados.

- Leiloeiros trabalham com divulgação maciça – quanto maior a divulgação, maior a quantidade de interessados, maior a concorrência e a sua comissão. É a lógica de mercado. Dificilmente você encontrará uma “empresa de leilões” realizando a venda de veículos de uma instituição financeira, administradora de consórcios, locadora, etc.

- Entre em contato diretamente com o Leiloeiro que consta no edital e peça informações sobre o leilão.

- Além disso, as empresas procuram leiloeiros experientes, que já tenham realizado leilões de grande porte. Você verificará no site do leiloeiro que ele já tem um histórico de leilão de veículos, imóveis, máquinas e equipamentos, dentre outros.

- Também é importante verificar se o site em questão não está na “lista negra” dos sites falsos de leilão, como por exemplo: www.fraudeemleiloes.com  e https://leiloaoseguro.org.br/falsos

2) Confira o EDITAL DE LEILÃO

- No edital constam as informações do comitente (instituição que está vendendo os veículos), o Leiloeiro (devidamente inscrito na Junta Comercial, informando matrícula, endereço, telefone, site e e-mail), bem como, os procedimentos para habilitação e a oferta de lances.

- Além disso, também consta a RELAÇÃO DOS VEÍCULOS levados a leilão, com informações essenciais como placa, Renavam, até mesmo número de chassi em alguns casos.

- Também constam no edital de leilão informações a respeito da VISITAÇÃO e da RETIRADA dos bens em caso de arrematação.

 

.

Fonte - PSafe/jusbrasil

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.