Livre

Breno Mendes diz que 鬾ibus escolares devem atender trabalhadores enquanto Porto Velho sofre com falta de transporte coletivo

Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020 - 17:08
Mais de 140 ve韈ulos est鉶 parados no p醫io do shopping enquanto munic韕io n鉶 tem 鬾ibus disposi玢o da comunidade

O pré-candidato a prefeito de Porto Velho, doutor Breno Mendes, conhecido como Fiscal do Povo, utilizou suas redes sociais nesta quinta-feira, 24, para comentar a interrupção do serviço de ônibus coletivo na capital, além de propor alternativas para que o Município ganhe tempo sem deixar a população desassistida.


 Breno Mendes passou por alguns pontos de ônibus do Município para conversa com a população acerca do assunto

Breno Mendes, que é advogado, explicou que a resolução do problema está atrelada à falta de vontade do poder público. “Só quem precisa de ônibus sabe o prejuízo que isso vai causar. A falta desta modalidade de transporte vai afetar diretamente a economia familiar, além de causar desemprego. Hoje em dia há várias modalidades de transporte, mas ainda assim para milhares de trabalhadores o custo é alto”, comentou.

No entendimento de Breno Mendes, a proposta para o problema deveria partir do Município através de lavratura de Termo de Ajustamento de Gestão (TAG) em conjunto com o Ministério Público (MP), Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE-RO) e com a câmara de vereadores de Porto Velho. “O Município tem mais de 140 ônibus do transporte escolar que estão parados no pátio do shopping. São ônibus novos que não estão sendo utilizados por causa da pandemia. Por que não colocá-los pra atender a população?” questionou Breno Mendes.

O pré-candidato a prefeito relatou, ainda, que existe a possibilidade de o município fazer uma encampação na empresa que venceu o processo licitatório para executar o serviço, mas que ainda não começou por questões judiciais. “Existe alternativa. Mas para toma-las é preciso ter coragem e atitude pra domar decisões rápidas, dentro da legalidade, de modo que a população seja beneficiada diferetamente. A população não pode pagar pelo erro de quem deveria ajudar”, arrematou.

Fonte - Assessoria

Comentários

News Pol韈ia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.