Livre

RECUPERADOS - Profissionais do Hospital de Campanha Zona Leste comemoram alta de pacientes que venceram a luta contra a Covid-19

Até o momento 22 pessoas em tratamento foram recuperadas.
Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020 - 17:12

O Hospital de Campanha de Rondônia Zona Leste (HCRZL), antigo Centro de Reabilitação de Rondônia (Cero), em Porto Velho atende pacientes graves acometidos com a Covid-19. Foi inaugurado no mês de agosto, com 35 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). No mesmo dia, pacientes foram internados. Até o momento 22 pessoas em tratamento foram recuperadas.

Mesmo com todo o esforço, a ciência mantém as pesquisas para encontrar um tratamento eficaz ou uma vacina que evite a contaminação da Covid-19. Enquanto isso, profissionais de saúde se dedicam no cuidado aos pacientes, com o que a medicina oferece no momento.

A fé tem sido uma grande aliada para muitos que contraíram o coronavírus, é o caso do aposentado Luiz Avelino, 77 anos, que se recuperou da Covid-19. Ele chegou ao Hospital de Campanha de Rondônia Zona Leste (HCRZL) em Porto Velho no dia 13 de agosto. Permaneceu em ventilação mecânica até 28 de agosto (14 dias), quando o quadro piorou e teve que ser entubado, sendo acompanhado por uma equipe multidisciplinar, médico, fisioterapeutas, enfermeiros, fonoaudiólogos, nutricionistas, assistentes sociais e técnicos, onde todos se dedicaram diuturnamente para salvar a vida do aposentado. E nessa terça-feira (22) recebeu alta e volta para casa.

“Saio hoje, com um sentimento profundo no meu coração de eterna gratidão, por mais essa oportunidade de vida, de ter entrado aqui mais para a morte que para a vida, e através da bondade de Deus e dos cuidados dessa equipe maravilhosa, estou saindo curado dessa doença, agradeço intensamente todas as pessoas que aqui me ajudaram, aqui fui muito bem atendido, que Deus abençoe cada um”, disse o aposentado ao sair da Unidade Hospitalar.

Luiz Avelino não tem nenhuma comorbidade. Reside na zona Leste da capital, pai de 4 filhos e ainda trabalha realizando pequenos consertos de equipamentos eletrônicos. Uma de suas paixões é cantar e tocar violão, e um dos pedidos quando estava internado era ver o seu violão ao lado do leito. “Meu pai sempre gostou de cantar e tocar violão chegou a gravar um CD. Quando foi internado e entubado ficamos angustiados, mas não perdemos a fé, sabíamos que nosso pai iria voltar curado para casa, e ainda iriamos vê-lo cantar e tocar violão por muito tempo”, disse Nilton Brito de Souza, filho do aposentado.

O dia foi de alegria também para dona Raimunda Leise Souza do Nascimento, 54 anos que teve alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde ficou internada por 21 dias. “Agradeço a Deus por está indo para casa, agradeço aos profissionais que cuidaram muito bem de mim. Saber que venci a Covid-19, é maravilhoso. Sei que não posso relaxar, devo manter os mesmos cuidados”, disse dona Raimunda Leise.

O paciente ao sair de alta, continua sendo acompanhado por telefone pela equipe médica. Sai também com um “kit de alta”, composto por proteínas para ajudar na alimentação. “O paciente que teve Covid-19 perde o paladar, fica fraco, diminui o peso e o apetite, e nós resolvemos montar esse kit, que ajuda na recuperação do paciente, e aumentando a imunidade”, disse o nutricionista Alisson Nikolas.

Fonte - 010 - SECOM - GOV/RO

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.