Terça-Feira, 01 de Setembro de 2020 - 14:05 (Direito do Consumidor)

L
LIVRE

SEGURANÇA À MESA: Selo do Serviço de Inspeção garante segurança alimentar ao consumidor de produtos de origem animal em Rondônia

A Idaron mantém inspeção periódica em unidades de beneficiamento de carnes e derivados


Imprimir página

A Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron), alerta sobre o selo do Serviço de Inspeção, federal, estadual ou municipal (SIF, SIE ou SIM), para o alimento de origem animal de qualidade, a fim de garantir segurança à saúde do consumidor.

Segundo a médica veterinária Margarete Eliane Garbellini Aprigio, da Gerência de Produtos de Origem Animal (Gipoa), Rondônia possui 51 estabelecimentos industriais e agroindustriais, que são periodicamente fiscalizados pelo Estado. “Dentre esses estabelecimentos, estão os frigoríficos de bovinos, suínos e aves, que passam por fiscalização permanente”. Esse trabalho de inspeção voltado aos produtos de origem animal, destinados à alimentação humana, tem um único objetivo: manter o controle da qualidade dos produtos que chegam à mesa do consumidor. “São ações corriqueiras que visam nada além de oferecer segurança alimentar à população”, destacou.

“No mundo, existem mais de 250 tipos de doenças que podem ser transmitidas por alimentos. A maioria delas são infecções causadas por bactérias e suas toxinas, vírus, protozoários e outros parasitas. Elas (doenças) podem causar desde um simples distúrbio do sistema digestivo até a morte, por isso os alimentos de origem animal devem ser muito bem inspecionados”, alerta Margarete Aprigio.

Além da fiscalização permanente, a Idaron mantém inspeção periódica em unidades de beneficiamento de carnes e derivados, laticínios, queijarias, entrepostos de mel, unidades de beneficiamento de ovos e derivados e na indústria de pescados.

Em 2019, nas ações de combate à clandestinidade de produção de alimentos de origem animal, a Idaron apreendeu uma grande quantidade de produtos e emitiu diversos autos de infração. “Nosso papel é retirar de circulação a produção que não passa por nenhuma inspeção sanitária e/ou fiscalização. Alimentos de origem duvidosa podem causar sérios danos à saúde humana, por isso esse trabalho é tão importante”, explicou Margarete Aprigio. “Nesse sentido, orientamos a todos os consumidores que fiquem atentos ao adquirir produtos de origem animal. Prefiram sempre alimentos que possuam selo do Serviço de Inspeção”.

Toni Francis

Fonte: Secom/gov-ro

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias