Livre

AGROVILA RIO VERDE: Comunidade é beneficiada com distribuição de água potável

Até o fim do ano, outras duas unidades devem ser instaladas, na Gleba Aliança e na Vila Calderita.
Domingo, 30 de Agosto de 2020 - 08:35

Na manhã desta sexta-feira (28), a Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Saúde/Departamento de Vigilância em Saúde (Semusa/DVS), em parceria com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), ligada ao Ministério da Saúde (MS), entregou aos moradores da Comunidade Agrovila Rio Verde, localizadas na Estrada da Penal, às margens do Rio Jamary, o sistema de abastecimento de água tratada, denominado de Solução Alternativa Coletiva Simplificada de Tratamento de Água para Consumo Humano (SALTA-z).

Segundo as informações da Prefeitura, a tecnologia foi desenvolvida pela Superintendência Estadual da Funasa no Pará, em 2009, para levar água potável às populações rurais que não tinham acesso ao serviço. A comunidade de Rio Verde é a primeira contemplada por uma unidade de SALTA-z em Porto Velho.

A localidade, com mais de 80 famílias residentes, estava considerada abandonada neste sentido pelas gestões anteriores e, sendo atendida pela atual Administração Municipal.

A iniciativa só foi possível com a participação da Funasa, que doou à Prefeitura o kit com os equipamentos e ainda contou com a colaboração da Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano (Emdur), Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Semagric).

Os moradores da localidade deram a contrapartida ao benefício com a construção da estrutura e instalação da tubulação.

A Superintendência Regional da Funasa garante através de testes e exames que comprovam a qualidade ao detectar em 6,58 PH da água (níveis de acidez e basicidade (alcalinidade)) que são considerados altamente confiáveis pelo MS, inclusive, por reduzir índices de doenças que podem ser causadas pela falta de água tratada. Desta forma, promove a saúde e melhora a qualidade de vida das pessoas.

NOVAS UNIDADES

Até o fim do ano, outras duas unidades devem ser instaladas, pois já iniciaram a preparação da SALTA-z na Gleba de Aliança e na Vila Calderita. O diferencial desta solução é a simplicidade, praticidade, facilidade técnica e baixo custo operacional.

Fonte - Comdecom

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.