Sexta-Feira, 28 de Agosto de 2020 - 11:24 (Meio Ambiente e Ecologia)

L
LIVRE

AMAZÔNIA +21 - Segundo encontro prévio ao Fórum Amazônia+21 será dia 23 de setembro

Agronegócio, regularização fundiária, conservação, infraestrutura, desenvolvimento sustentável e investimentos estão entre próximos temas


Imprimir página

O segundo encontro preparatório ao Fórum Amazônia +21, que ocorrerá nos dias 4, 5 e 6 de novembro deste ano, está marcado para o dia 23 de setembro. Os diálogos, que ocorrem de forma virtual, buscam ampliar os debates e conectar iniciativas para o desenvolvimento sustentável da Amazônia.

As iniciativas serão apresentas no Fórum, que contará com a participação de governos, empreendedores, cientistas, pesquisadores, setor produtivo, investidores e sociedade.

O evento é promovido pela Fiero, em conjunto com a Prefeitura de Porto Velho, através da Agência de Desenvolvimento de Porto Velho (ADPVH), com correalização da Confederação Nacional das Indústrias (CNI) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL).

Neste próximo encontro prévio serão debatidos os seguintes temas: "Agronegócio e Geração de Riquezas, Regularização Fundiária e Projetos para a Conservação da Amazônia", a partir das 9h30 e "Infraestrutura e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia, Investimentos e Reflexões sobre o Futuro", às 14h30.

Segundo Marcelo Thomé, presidente da ADPVH e também presidente da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (Fiero), "a participação dos mais diversos setores é de extrema importância para que se possa identificar possibilidades e formas de se transformar as potencialidades econômicas da amazônia em negócios e, efetivamente, atrair empresas e indústrias para se instalarem na região gerando emprego, renda e desenvolvimento de forma sustentável. Importante destacar que a atração de indústrias para a Amazônia está relacionada às cadeias produtivas que dialogam com a identidade econômica da Amazônia", observou.

Ele destacou ainda o interesse de grandes investidores, mas que esbarram em muitos obstáculos. "Exemplo disso é o acesso a financiamentos, em especial na Amazônia, pela questão da regularização fundiária. Sabemos que a maioria das terras não é regularizada, e isso dificulta o acesso aos financiamentos e uso da terra como garantia para a obtenção do crédito e o Fórum é uma oportunidade de se buscar soluções para as mais diversas situações e também para a exposição dos interesses de investidores, ideias e estratégias que podem transformar a Amazônia", disse Thomé.

PARTICIPAÇÃO

Aberto à participação popular, as inscrições são gratuitas e podem ser realizadas pelo site www.amazonia21.org. Um último encontro preparatório está previsto para o dia 14 de outubro sobre temas relacionados aos quatro eixos temáticos do fórum: Negócios Sustentáveis; Ciência, Tecnologia e Inovação; Funding e Cultura. Para mais informações sobre o fórum e assistir os eventos já realizados, basta acessar o site do Amazônia+21.

Fonte: 010 - Comdecom

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias