Quinta-Feira, 27 de Agosto de 2020 - 08:58 (Polícia)

12
Não recomendado para menores de 12 anos

Adolescente confessa ter matado policial penal em Vilhena e alega que cometeu crime porque servidor era "opressor"

Homem que entregou arma ao menor assassino continua foragido


Imprimir página

Foi preso no final da tarde de ontem (quarta-feira, 26), pelo Núcleo de Inteligência da Polícia Militar de Vilhena, o menor apontado como autor dos disparos que mataram o policial penal André Borges Mendes, de 36 anos no dia 09 deste mês.

Em entrevista ao FOLHA DO SUL ON LINE delegado Núbio Lopes, que investiga o caso e colheu o depoimento do menor, a princípio o jovem alegou inocência, porém, acabou confessando o crime e assumindo todas as responsabilidades.

O suspeito afirmou não conhecer os demais acusados, porém, ainda segundo o delegado, a situação já era esperada, pois é normal menores assumirem a culpa total de crimes para livrar os comparsas maiores.

O adolescente disse ainda que a iniciativa do crime foi tomada no local, após ele ter tido conhecimento por terceiros de que o policial penal era "um opressor", no entanto, Núbio alega que tais afirmações não descartam a possibilidade do crime ter sido encomendado por uma facção criminosa, contra o Estado.

Após ser ouvido pelo setor de investigação da Delegacia de Homicídios ainda na tarde de ontem, o adolescente foi encaminhado para a Casa do Menor Infrator, onde ficará à disposição da Justiça.

Já Jucenildo Silva dos Reis, que teria fornecido a arma ao menor minutos antes do crime, e que teve sua imagem divulgada pela Polícia Civil, continua foragido.

Fonte: 010 - folhadosulonline

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias