Domingo, 23 de Agosto de 2020 - 08:26 (Colaboradores)

L
LIVRE

Uma carta fictícia, mas recheada de verdades, resume a proteção que nossas leis dão aos criminosos

PERGUNTINHA: O que você achou do pedido de desculpas do ex presidente Lula, se dizendo arrependido de ter impedido a extradição do terrorista e assassino Cesare Battisti?


Imprimir página

As redes sociais têm muitos defeitos; tem os idiotas, irresponsáveis e malucos, mas têm também muita informação que é importante para que se saiba como pensa grande parte do povo brasileiro sobre determinados assuntos. Um deles é a forma como os bandidos são tratados pela legislação brasileira. Um programa de TV de menos de dois anos, voltou a bombar nas redes sociais, por tratar deste tema de forma criativa e por sua absoluta atualidade. O apresentador do programa Xeque Mate, da TV Diário do Sertão de Cazajeiras, na Paraíba, leu uma pretensa carta de um criminoso, obviamente não escrita por algum deles, mas que sintetiza, com clareza, a forma como a legislação de proteção ao crime, criada nesse país, está ao lado da violência e de quem a pratica e, quase sempre, contra as vítimas. Vale a pena ver o vídeo, pelo link para se compreender exatamente o que se está falando. Alguns trechos da carta lida pelo apresentador e, certamente, criada por cabeça criativa da sua equipe: “se tenho o que quero, na hora que quero, prá que trabalhar e ganhar uma miséria de um salário mínimo? A lei está sempre do meu lado. Se eu for preso, ela me solta. Me dá assistência, me dá alimentação; da pra minha família uma bolsa superior ao salário de miséria do trabalhador.” Por que então, conclui-se, perder tempo correndo atrás de empregos com salários baixos, se a lei protege os fora da lei?

A carta que, claro, não foi escrita por um bandido, mas é um protesto recheado de verdades e ironias sobre a proteção ao crime, continua, na leitura do apresentador da TV: “se eu mato teu pai ou deixo tua mulher viúva e teus filhos órfãos, vai ser na minha casa que o pessoal dos Direitos Humanos irão, prá dar assistência social e psicológica, a mim e pra minha família”.  Tem mais: “se eu roubar seu celular e os PMs me pegarem e me darem um tapa, no outro dia estou solto, pela Audiência de Custódia”. Mais ironia na carta, ainda sobre o mesmo assunto: “os PMs ainda vão responder criminalmente, por terem me agredido”. Mais adiante, o personagem criminosa inventado (embora tudo o que a carta lida seja a mais pura realidade e não tenha nada de ficção), ainda fala sobre os “dimenor”! Veja só: “se sou menor de idade, posso matar, roubar, estuprar, destruir, fico uns três meses tendo amparo do governo, com caminha nova, comida regrada por nutricionistas, aulas de computação e, o melhor de tudo, aos 18 anos, minha ficha é limpa”. Então, questiona o bandido inventado: “afinal, prá que trabalhar?”. Veja o vídeo completo e tire suas conclusões.

BOLSONARO QUE NÃO SE META COM O PODER DOS FISCAIS!

O presidente da República, Jair Bolsonaro, não apita nada. O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Sales, muito menos. A  determinação do governador do Estado, Marcos Rocha, é simplesmente ignorada. Quem manda mesmo é o Ibama, o CMbio e o Instituto Chico Mendes, durante décadas aparelhados por petistas e aliados, que ainda mandam e desmandam no órgão. Atacaram de novo, agora em União Bandeirantes, distrito de Porto Velho. Não há poder maior que o deles. Fiscais de terceiro escalão, apoiados em uma legislação criminosa, continuam fazendo o que bem entendem: invadem propriedades, alegam que ali é área de preservação, sem aviso, sem possibilidade de defesa aos acusados e incendeiam (isso é crime em qualquer país civilizado), propriedades alheias, julgando, como magistrados de todas as instâncias e sentenciando, sem o direito básico de defesa que preconiza qualquer democracia. Bolsonaro prometeu que não iriam se repetir as cenas de selvageria e covardia, da queima de equipamentos e propriedades. O ministro do Meio Ambiente disse o mesmo. O governador Marcos Rocha avisou que, aqui, no seu Estado, esse crime não se repetiria. Nenhum deles, ao que parece, tem mais poder do que os fiscais ambientais. Esses sim são os verdadeiros donos da lei e podem implantar o terror como bem entendem. Até quando nossas autoridades vão engolir essas cenas vergonhosas, sem reagir?

JÁ SÃO 17 CANDIDATOS EM PORTO VELHO, MAS VÊM MAIS...

Thiago Tezzari, Williames Pimentel, Lindomar Garçon, Cristiane Lopes, Vinicius Miguel, Ramon Cajuí, Fabrício Jurado, Breno Mendes, Coronel Ronaldo, Eyder Brasil, Coronel Chrisóstomo, Rui Motta, Anderson Pereira, Pimenta de Rondônia, Edgar do Boi, Mauro Nazif, Samuel Costa. Esses 17 nomes são de uma relação de pré candidatos à Prefeitura de Porto Velho que ainda não está fechada. Ela pode aumentar muito mais nas próximas semanas, até as convenções, porque com a saída do prefeito Hildon Chaves e muito provavelmente de Léo Moraes da corrida, a disputa pela Prefeitura pode acabar premiando mesmo aqueles que não são os mais conhecidos entre os portovelhenses. Campanha curta, com muita utilização das redes sociais; certamente Fake News em abundância, podem transformar desconhecidos em preferidos do eleitor. Será uma disputa completamente diferente do que já se viu em toda a história política da Capital.  Pode haver surpresas? Claro que pode!

MDB MUDA DE ESTRATÉGIA, MAS PIMENTEL É O NOME

Só houve mudança na estratégia, mas não no resultado. O MDB não oficiaizou a pré candidatura de Williames Pimentel na quinta-feira, como tinha projetado, porque novas decisões foram tomadas. O partido pretende reunir o Diretório, para que a partir deste encontro, com a presença maciça dos membros do MDB, o anúncio seja feito. A data ainda está sendo agendada, porque o presidente regional, Lúcio Mosquini e o senador Confúcio Moura, entre muitas outras lideranças da sigla, deverão estar presentes, prestigiando o evento. Com relação ao vice, o nome do ex secretário de Planejamento, George Braga, continua sendo o preferido. Mas o próprio George teria indicado ao partido que abriria mão do posto, para que o MDB faça aliança com outros partidos, que, então, poderiam indicar o vice. Há ainda muitas decisões a tomar, menos a cabeça de chapa. Pimentel é mesmo o nome.

ACIR, SILVIA E NAZIF: VOTOS CONTRA O GOVERNO

Ainda repercute o caso da votação da derrubada no Senado, do veto do presidente Bolsonaro na proposta que autorizava aumento a servidores públicos, em plena pandemia e a decisão, por maioria ampla, na Câmara, pela manutenção do veto. No Senado, dois dos três senadores votaram a favor de Bolsonaro: Confúcio Moura e Marcos Rogério. Acir Gurgacz acompanhou a decisão do seu partido, o PDT e votou contra. Na Câmara, foram seis votos a favor do veto e dois contra. Mauro Nazif, como sempre fez e como o funcionalismo é seu principal mote de discurso, foi pela derrubada do veto. A deputada pedetista Silvia Cristina também seguiu a orientação partidária. Votaram a favor do governo o líder da bancada federal de Rondônia, Lúcio Mosquini e os deputados Mariana Carvalho, Jaqueline Cassol,  Léo Moraes, Coronel Chrisóstomo e Expedito Netto. No placar geral, dos onze votos da bancada, apenas dois foram contra o governo.

EM SEIS DIAS, MAIS 44 MORTES E 6.450 RECUPERADOS

Os seis dias dessa semana, de segunda a sábado, trouxeram, na soma, um grande número de novos casos de rondonienses atingidos pelo corona vírus e de mortes. Do lado bom da moeda, diminuíram as internações e os doentes na UTI e o número de recuperados, ou seja, dos que derrotaram o terrível vírus. Na segunda, por exemplo, no boletim 152 da Secretaria de Saúde, tínhamos 48.232 infectados; 40.184 recuperados; 1.017 óbitos e 381 internados. O boletim ainda apontava que 149.851 pessoas haviam sido testadas. Já neste sábado, cinco boletins depois, temos 50.995 contaminados (mais 2.763 casos); 46.634 curados (outros 6.450 livres do vírus); 1.061 óbitos (ou seja, apenas durante a semana, mais 44 vidas perdidas)/ 351 internações, demonstrando a queda no número de hospitalizados e, ainda, 155.824 exames, totalizando 5.973 , quase mil novos testes por dia. O que assustou, nas 24 horas entre sexta e sábado, é que tivemos mais onze mortes. A doença ainda é forte e assustadora!

A GUERRA CONTRA A PEDOFILIA TAMBÉM POR AQUI

Continua tendo grande repercussão, mais uma ação da Polícia Federal em Porto Velho. Aliás, é praticamente dia sim, dia não, alguém, no nosso Estado, recebe a visita dos federais. Dessa vez não foi contra quadrilhas de traficantes e nem contra suspeitos de desvio de dinheiro público. A ação foi para fazer apreensões e tirar da internet um médico acusado de pedofilia. O caso surpreendeu ainda mais porque o suspeito, funcionário da Prefeitura da Capital, é reincidente. Outra pessoa envolvida no caso também recebeu a visita dos federais. A Polícia Federal apreendeu, no interior das residências da dupla equipamentos eletrônicos utilizados nas pretensas condutas criminosas. Os detidos foram levados para a sede da PF em Porto Velho para procedimentos policiais e, ao final, encaminhados ao sistema prisional, onde permanecerão à disposição da Justiça. O médico preso já responde por abusos praticados contra pacientes e crianças. O combate à pedofilia é uma das questões mais importantes, hoje, no Brasil, principalmente depois do caso da menina de dez anos que foi estuprada e autorizada a abortar. Não podemos mais conviver com esse tipo de crime, na nossa sociedade.

OS CANALHAS CONTINUAM ENGOLINDO SEU ÓDIO

Por falar em pedofilia, uma coisa leva a outra. Ah, os canalhas! Geralmente se escondem sob nomes falsos; outras vezes são falsos em si mesmos  e, mesmo travestidos, continuam canalhas. E são cada vez piores, porque tentam atingir a honra de pessoas que dão duro, que trabalham todos os dias, que, dentro da sua atividade, contribuem para a coletividade. Os criminosos e doentes sociais, alguns de vestido, outros de calças compridas, encontraram nas Fake News uma maneira de tentarem se manter no anonimato, jogando pedras naqueles que invejam. Ainda bem que sempre são ignorados, desrespeitados, desvalorizados, porque, no fundo, todos sabem quem são. Criam acusações falsas, tentam diminuir quem tem valor; esperam que se desça ao seu território rasteiro do bate boca e da maldade. Claro que ficam sempre sozinhos, destilando seu ódio e o engolindo, porque não conseguem atingir, com suas mentiras, a quem gostariam. O recado está dando. Continuem rastejando como o fazem os vermes. É entre eles que essas amebas morais sabem viver bem. Ah! E, por favor, não mexam com quem está quieto, Aqui não se ataca ninguém, mas temos uma defesa destruidora. Aviso dado! 

JUSTIÇA FEDERAL AUTORIZA OBRAS DO MEIÃO DA 319

O Ministério Público Federal, que continua envidando todos os esforços e buscando todas as alternativas possíveis para que as  obras de recuperação e asfaltamento da BR 319, que liga Porto Velho a Manaus jamais se realize, sofreu uma derrota importante nessa semana,a Justiça Federal. O MPF alegou, entre outros argumentos, que o edital que permite as obras do chamado “Meião”, que está em piores condições, seria “uma afronta” à legislação ambiental. Aliás, a mesma catilinária de sempre, que impediu a recuperação da rodovia nos últimos 20 anos. A juíza Jaíza Pinto Fraxe, da 1ª Vara Federal Cível de Manaus, não acatou os pedidos do MPF e autorizou que as obras continuem. Para a juíza, já houve o devido licenciamento ambiental para a realização dos trabalhos. Claro que é apenas mais um round nessa guerra. A grande maioria dos 20 milhões de moradores da Amazônia torce para que as futuras ações contra a 319 também sejam derrubadas.

PERGUNTINHA

O que você achou do pedido de desculpas do ex presidente Lula, se dizendo arrependido de ter impedido a extradição do terrorista e assassino Cesare Battisti?

Fonte: Sergio Pires/NewsRondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias