Terça-Feira, 18 de Agosto de 2020 - 10:37 (Política)

L
LIVRE

Grupo Anonymous Brazil publica fio no Twitter com dados pessoais de Sara Winter

Perfil hacker divulgou uma série de endereços, telefones, dados bancários e até uma ficha em que a ativista loira declara sua raça como “parda” e sua etnia como “indígena”


Imprimir página

O perfil de Twitter Anonymous Brazil publicou nesta segunda-feira (17) um fio com o título “Exposed – Sara Winter”, no qual incluiu diversas informações pessoais da militante bolsonarista, incluindo endereços telefones e dados bancários.

Entre os dados revelados também chama a atenção uma ficha na qual a ativista, que chegou a fazer uma tatuagem de símbolo nazi (depois a disfarçou transformando-a numa flor), declara sua raça como “parda”, e sua étnica como “indígena”.

O Anonymous Brazil justificou a ação desta segunda dizendo se tratar de uma represália pelo realizado por Sara Winter no fim de semana, quando revelou dados pessoais da menina de 10 anos estuprada pelo tio, e convocou grupos fundamentalistas religiosos para tentar impedir seu aborto, que estava amparado pela lei, com tentativa de invasão do hospital e gritos chamando a menor de “assassina”.

“Como muitos já sabem, a bolsonarista Sara Winter vem demonstrando sua falta de caráter e ataca novamente. Desta vez ela vazou os dados de uma criança de 10 anos que foi vítima de estupro pelo seu próprio tio, o que resultou em uma gravidez, e com um ato extremista dos grupos ‘pró-vida’ hipócritas dela, vazou o endereço do hospital onde ia ser feito o procedimento de aborto, reunindo vários ‘religiosos’ ameaçando o médico responsável e a menina, chamando eles de ‘assassinos’. Então, venho aqui dar a vocês os dados reais de uma assassina moral”, explicou o autor das mensagens.

Também nesta segunda, o deputado federal Alexandre Padilha apresentou um requerimento no STF (Supremo Tribunal Federal) pedindo uma investigação contra Sara Winter por suas publicações contra a menina de 10 anos, durante o fim de semana.

Fonte: Redação / Revista Fórum

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias