Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020 - 10:18 (Coronavírus)

L
LIVRE

UPAS Sul e Leste atenderam mais de 35 mil pacientes nos últimos 3 meses

Pacientes com Covid-19 foram maioria na UPA Sul enquanto a UPA Leste atendeu mais outros tipos de doenças


Imprimir página

As Unidades de Pronto Atendimento (UPAS) de Porto Velho, localizadas nas Zonas Sul e Leste, atingiram a marca de 35.004 atendimentos no último trimestre, sendo 13.777 pacientes com suspeitas ou confirmação do novo coronavírus (Covid-19). Para absorver toda a demanda, a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) estabeleceu readequações no modelo de atendimento, inclusive com a ampliação da quantidade de leitos.

A UPA Sul, por exemplo, tornou-se referência no atendimento a pacientes com suspeitas de coronavírus, recebendo a maioria dos pacientes com quadros moderados e graves da doença, encaminhados pelo Call Center. A unidade é responsável por 14.957 atendimentos realizados em maio, junho e julho, sendo 12.015 (80%) acolhimentos de pacientes com sinais e sintomas de coronavírus.

Acolhimento, triagem, consultas médicas, exames diversos, testes rápidos e swabs, observação, internação e até intubação são alguns dos procedimentos realizados pela UPA Sul, dependendo da condição clínica do paciente. A unidade teve sua capacidade ampliada para 22 leitos com oito respiradores pulmonares, sendo quatorze leitos modernos, quatro de estabilização (semi-intensivo) e mais quatro destinado às outras enfermidades.

Para a UPA Sul priorizar o atendimento ao paciente com sintomas de Covid-19, outras unidades absorveram as demandas de outras doenças, entre elas a UPA Leste. Nos três meses foram contabilizados 20.047 atendimentos diversos naquela unidade, sendo 1.762 de pacientes com sintomas suspeitos de coronavírus.

A UPA Leste também teve sua capacidade de atendimento ampliada para 19 leitos com oito respiradores, tendo quatro leitos de isolamento, quatro de estabilização (semi-intensivo), cinco clínicos e seis leitos de suporte para casos suspeitos decorrentes da Covid.

A secretária titular da Semusa, Eliana Pasini, explica que a UPA Leste e as policlínicas Ana Adelaide e José Adelino passaram a dar suporte no atendimento de outras patologias para que a UPA Sul pudesse priorizar os casos moderados a graves de Covid-19. "Toda a secretaria está comprometida em oferecer a melhor estrutura de saúde à população e assim garantir maior acesso da população aos serviços, conforme determinação que recebemos do prefeito Hildon Chaves".

Atendimentos Call Center

O sistema de teleconsultas da prefeitura também finalizou o balanço das chamadas recebidas do mês de julho. Foram 23.831mil atendimentos realizados pelo telefone 0800 647 5225 no último mês. Desde quando foi implantado, dia 1° de abril, até 31 de julho, o Call Center registrou 84.476 atendimentos.

No primeiro mês de funcionamento, os casos do coronavírus em Porto Velho ainda eram baixos e o sistema registrou 7.278 mil atendimentos. No mês seguinte, com o aumento de notificações da doença, o Call Center registrou 23.148 mil atendimentos. Em junho, no pico dos casos, foram registrados 30.219 ligações atendidas pelas equipes de profissionais.

Fonte: 010 - Comdecom

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias