Sexta-Feira, 31 de Julho de 2020 - 15:30 (Polícia)

10
Não recomendado para menores de 10 anos

ABSURDO: Portovelhense usa auxilio emergencial para comprar e revender pedras de Crack

Ao ser questionado quanto ao produto ilícito, a mulher relatou que teria recebido o Auxílio Emergencial do Governo e comprou essa droga para revender para os usuários que ficam na localidade onde foi abordada.


Imprimir página

Ariquemes, RO - Uma mulher de 26 anos de idade, moradora de Porto Velho, identificada como sendo A.N.D., pensando que ia se safar da Polícia de Ariquemes e ia se dar bem comercializando drogas por aqui, mas encontrou uma pedra em seu caminho chamada PATAMO, e foi em cana.

O fato ocorreu na madrugada dessa quinta-feira, 30/07 por volta das 2h55m, quando a guarnição do PATAMO encontrava-se em patrulhamento de rotina pela Rua Quatro Nações, Setor Institucional em Ariquemes, momento em que avistou a mulher em atitude suspeita, próxima a um local frequentado por usuários de drogas.

De imediato os policiais realizaram a abordagem e, com o auxílio de uma policial feminina foi feita a revista pessoal, onde foi localizado em posse da suspeita, dentro da bermuda, 07 invólucros de um produto aparentando serem pedras de Crack e trinta e sete reais e setenta e cinco centavos em espécie.

Ao ser questionado quanto ao produto ilícito, a mulher relatou que teria recebido o Auxílio Emergencial do Governo e comprou essa droga para revender para os usuários que ficam na localidade onde foi abordada. Informou também que venderia a droga pelo preço de R$ 5,00 reais as pedras menores e R$ 10,00 reais as pedras maiores, e que não havia vendido nenhuma pedra ainda, pois no momento da abordagem havia acabado de chegar no local.

A traficante informou que reside na cidade de Porto Velho e que vem frequentemente pra cidade de Ariquemes para comprar e revender drogas. Os usuários de drogas que frequentam o local afirmaram aos PMs que a infratora frequentemente vai ao local para vender drogas. Mediante as constatações do flagrante crime de Tráfico de Drogas, foi dada a voz de prisão à infratora e conduzida à Unidade de Segurança Pública (UNISP) para ser apresentada a autoridade competente. O Boletim de Ocorrência Policial foi registrado para a tomada de providências.

Fonte: 010 - ariquemes190

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias