Quinta-Feira, 30 de Julho de 2020 - 15:59 (Política)

L
LIVRE

Coronel Chrisóstomo cobra investigações rápidas após suspeita de fraude em compra de testes de Covid-19: 'inaceitável'

"É inaceitável que servidores públicos e políticos estejam envolvidos em superfaturamento e desvio de dinheiro em um momento tão crítico da saúde em Rondônia", criticou o deputado.


Imprimir página

O deputado federal Coronel Chrisóstomo (PSL) pediu ações rápidas do Ministério Público de Rondônia e da Polícia Federal após uma operação revelar um esquema de fraudes na compra de 100 mil testes rápidos para Covid-19 nesta quinta-feira (30). A Operação Polígrafo apura sobrepreço em um contrato do Governo de Rondônia que passa dos R$ 10 milhões.

"É inaceitável que servidores públicos e políticos estejam envolvidos em superfaturamento e desvio de dinheiro em um momento tão crítico da saúde em Rondônia", criticou o deputado.

Caso as irregularidades forem comprovadas, os alvos da Operação Polígrafo podem responder pelos crimes de fraude à licitação, corrupção, peculato, falsidade ideológica e associação criminosa.

Coronel Chrisóstomo afirma que o momento exige ações rápidas e coordenadas dos governantes e parlamentares, mas defende que é necessário seguir as normas e o padrão legal para não haver desperdício de verba pública. "É preciso respeitar o povo de Rondônia e do Brasil", conclui o parlamentar.

Fonte: 010 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias