Sexta-Feira, 24 de Julho de 2020 - 13:48 (Meio Ambiente e Ecologia)

L
LIVRE

ORIENTAÇÃO - Retomada ação de fiscalização preventiva de combate às queimadas e incêndios florestais em Rondônia

Por meio destas ações pelo interior do Estado, a Sedam promove a fiscalização ambiental preventiva, com o objetivo de reduzir o número de queimadas no período de estiagem.


Imprimir página

O Governo de Rondônia, por meio da Coordenadoria de Educação Ambiental (Ceam) da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), retoma nesta sexta-feira (24) as ações de fiscalização preventiva de combate às queimadas e incêndios florestais pelo interior do Estado, provendo a divulgação do aplicativo Guardiões da Amazônia.

Por meio destas ações pelo interior do Estado, a Sedam promove a fiscalização ambiental preventiva, com o objetivo de reduzir o número de queimadas no período de estiagem. “É uma forma de alertar a população do perigo das queimadas, principalmente em um período de pandemia”, esclarece o coordenador da Ceam, Fabio França.

GUARDIÕES DA AMAZÔNIA

O aplicativo Guardiões da Amazônia foi desenvolvido para apoiar a Operação Verde Brasil 2, em iniciativa coordenada pela vice-presidência da República, com o objetivo de prevenir e reprimir delitos ambientais na Amazônia Legal. A ferramenta busca facilitar a interação da população com os órgãos de fiscalização.

O aplicativo tem duas partes: Aplicativo Móvel para uso da população e Módulo Web, restrito aos órgãos de fiscalização, que podem acessar as denúncias feitas pelos usuários, ter acesso a informações sobre focos de calor recebidas via satélite, visualizar alertas de desmatamento, relatórios e gráficos em tempo real.

FOCOS DE QUEIMADAS

Os últimos dados divulgados pelos satélites do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), apontam uma diminuição dos números de focos de queimadas no período compreendido entre 1º de janeiro a 15 de julho de 2020, se comparado ao mesmo período de 2019. Um foco precisa ter pelo menos 30 metros de extensão por um metro de largura, para que os satélites de órbita possam detectá-lo. No caso dos satélites geoestacionários, a frente de fogo precisa ter o dobro de tamanho para ser localizada.

EDUCAÇÃO AMBIENTAL

As ações da Coordenadoria ocorrerão nas regiões do Vale do Paraíso, Castanheiras, Urupá e Teixeirópolis, no período de 23 de julho a 1º de agosto.

Serão apresentados às prefeituras o Plano de Gestão de Prevenção e Combate às Queimadas e Incêndios Florestais; divulgação do aplicativo Guardiões da Amazônia; Instalação de Placas; visitas às associações de produtores rurais e aos pontos que apresentaram desmatamento; pit- stops educativos; e distribuição de materiais gráficos.

CRONOGRAMA DE ATIVIDADE

Dia 24: Apresentação do Plano de Gestão de Prevenção e Combate às Queimadas e Incêndios Florestais e divulgação do aplicativo Guardiões da Amazônia ao prefeito de Vale do Paraíso, Charles Luis Pinheiro Gomes e secretarias do Meio Ambiente e Educação.

Dia 27: Apresentação do Plano de Gestão de Prevenção e Combate às Queimadas e Incêndios Florestais e divulgação do aplicativo Guardiões da Amazônia ao prefeito de Castanheiras, Alcides Zacarias Sobrinho,  e secretarias do Meio Ambiente e Educação.

Dia 29: Apresentação do Plano de Gestão de Prevenção e Combate às Queimadas e Incêndios Florestais e divulgação do aplicativo Guardiões da Amazônia ao prefeito de Urupá, Célio de Jesus Lang, e secretarias do Meio Ambiente e Educação.

Dia 31: Apresentação do Plano de Gestão de Prevenção e Combate às Queimadas e Incêndios Florestais e divulgação do aplicativo Guardiões da Amazônia ao prefeito de Teixeirópolis, Antônio Zotesso, e secretarias do Meio Ambiente e Educação.

Fonte: 010 - SECOM - GOV/RO

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias