Sexta-Feira, 24 de Julho de 2020 - 10:38 (Economia)

L
LIVRE

Auxílio e FGTS: Calendário para desbloqueio do Caixa Tem é divulgado

Nesta semana, o banco informou que centenas de milhares de contas no Caixa Tem foram bloqueadas por suspeita de fraude.


Imprimir página

A Caixa Econômica Federal anunciou um novo calendário para o trabalhador comparecer a uma agência do banco e conseguir desbloquear o aplicativo Caixa Tem. De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, aquele que procurar o banco fora das datas estabelecidas não será atendido.

Nesta semana, o banco informou que centenas de milhares de contas no CaixaTem foram bloqueadas por suspeita de fraude. As pessoas que foram afetadas são orientadas pelo app a comparecer a uma agência com documento de identificação para comprovar que não houve irregularidade.

As datas foram estabelecidas e divididas de acordo com o mês de nascimento do beneficiário, para evitar aglomerações nas agências, de acordo com a Caixa.

Calendário para o desbloqueio do Caixa Tem em agências de acordo com o mês de aniversário:

Janeiro, fevereiro e março: até 24 de julho;

Abril e maio: 27 a 31 de julho

Junho e julho: 03 a 07 de agosto

Agosto, setembro e outubro: 10 a 14 de agosto

Novembro e dezembro: 17 a 21 de agosto

Caixa Tem

Trabalhadores relatam, desde a semana passada, ter recebido um aviso para comparecer a uma agência da Caixa com um documento de identidade para comprovar que são os titulares das contas e desbloquear o uso do aplicativo.

O trabalhador que teve o acesso ao Caixa Tem bloqueado por suspeita de fraude, receberá a seguinte mensagem: “É necessário regularizar seu Acesso. Procure uma agência, de acordo com o seu calendário de recebimento”.

O presidente do banco, Pedro Guimarães, informou que só serão atendidos aqueles que tiveram o dinheiro depositado durante o chamado “Ciclo 1” de pagamentos do auxílio emergencial.

Ainda, Guimarães informou que o calendário de regularização também é válido para quem está com problemas no Caixa Tem mas não recebe o auxílio emergencial. O aplicativo é usado também para depositar o FGTS emergencial e, para algumas pessoas, o BEm (Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda).

Fonte: Saulo Moreira / Noticias Concursos

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias