Quinta-Feira, 23 de Julho de 2020 - 15:41 (Coronavírus)

L
LIVRE

INTEGRAÇÃO - Governo verifica in loco enfrentamento com tratamento precoce da Covid-19 em Ariquemes

O prefeito Thiago Flores, explicou que o procedimento é rápido, seguindo as regras de segurança, para evitar contágio, e dividido em etapas.


Imprimir página

O Governo de Rondônia tem alcançado feitos de destaque nacional como o Estado que mais testa a população para diagnóstico da Covid-19, com a realização de drivres-thrus e entrega de medicamentos para tratamento precoce, sendo um incentivador de que os 52 municípios também adotem a distribuição de medicamentos, para evitar o agravamento da doença. E foi para verificar como isso está sendo feito em Ariquemes que a equipe do Governo esteve na quarta-feira (22) na cidade.

O governador, coronel Marcos Rocha, juntamente com a primeira-dama e secretaria de Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas), Luana Rocha, o chefe da Casa Civil, Júnior Gonçalves, o secretário de Segurança Defesa e Cidadania (Sesdec), José Hélio Cysneiros Pachá, e o vice-líder do Governo na Assembleia Legislativa (ALE/RO), deputado estadual Jair Montes, acompanharam o passo a passo da distribuição de Ivermectina para a população de Ariquemes.

O prefeito Thiago Flores, explicou que o procedimento é rápido, seguindo as regras de segurança, para evitar contágio, e dividido em etapas. O governador cumpriu o passo a passo desse serviço, começando pela recepção, com apresentação de documento oficial e cartão do SUS, que segue para a triagem onde é verificada temperatura, peso e preenchido o Termo de Consentimento, seguindo ao atendimento médico, para verificar se a pessoa está apta para receber o medicamento, concluindo na entrega do medicamento.

‘‘Se cada prefeito cuidar da sua população, fizer, por exemplo, assim como o Tiago Flores que está entregando medicamento em Ariquemes, já que não existe vacina, eu acredito que a gente consegue controlar a doença em Rondônia de uma forma mais tranquila’’, afirma o governador. ‘‘A distribuição da Ivermectina é sim profilaxia, uma medida de prevenção dessa doença’’, reforça o prefeito.

O governador ainda reforçou que, mesmo com a distribuição de medicamento, a população deve continuar tomando os cuidados necessários para evitar o contágio, como uso de máscara, do álcool em gel, higienização antes de entrar na casa e o distanciamento social.

AÇÕES DO GOVERNO

Além de alinhar estratégias para o enfrentamento da Covid-19, junto com o prefeito Thiago Flores, em sua passagem por Ariquemes, cumprindo uma extensa agenda, o governador Marcos Rocha também falou sobre as demais ações do Governo no município e atendeu a imprensa local.

Ele destacou ações da pasta de Assistência Social, Segurança e o trabalho do Departamento de Rodagens e Transportes (DER) para recuperação de estradas e pontes na cidade, e ainda explicou o posicionamento em relação às mudanças propostas ao Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica).

ESTRADA

Sobre a melhoria da trafegabilidade na região, o governador pontuou o que está sendo feito. Quanto à ponte de ligação com Alto Paraíso, ‘‘em breve ela vai ser licitada e vamos fazer uma obra adequada, por enquanto está sendo usada como alternativa a balsa’’, disse. ‘‘Em relação as demais vias e pontes, o DER já está com autorização para poder fazer. Temos muita vontade de utilizar a maioria das pontes que temos no Estado, mas ao invés de ser de madeira, serem de aço e concreto, duráveis’’, completa. O trecho de Machadinho a Ariquemes, a RO -257, é outra obra que o governador garantiu que já autorizou o DER a fazer para trazer benefício para a região.

ASSISTÊNCIA SOCIAL

O trabalho realizado pela Seas, especialmente neste período de pandemia onde se agravou a situação dos que já viviam em vulnerabilidade, foi outro ponto de destaque. A secretária Luana Rocha explicou que o programa AmpaRO funciona com a transferência de renda temporária para as pessoas classificadas em extrema pobreza. “Através do Fundo de Arrecadação da Pobreza, foi destinado R$ 37 milhões, para que a gente aplicasse no Programa AmpaRo para atingir até 48 mil famílias’’, afirma.

Ela ainda pontuou outras iniciativas, como o cofinanciamento, pelo qual foi repassado mais R$ 3,8 milhões para ações de assistência social nesse período de pandemia. Tem ainda o Programa Criança Feliz +, que uma transferência de renda no valor de R$ 100, e o Mamãe Cheguei, que é a entrega de kit de maternidade. ‘‘Nós estamos fazendo a entrega aqui em Ariquemes desses kits do Mamãe Cheguei e do Criança Feliz +’’, disse.

FUNDEB

Quanto ao fato de não ter assinado a carta de apoio às modificações no Fundeb, o governador esclareceu a razão desse posicionamento. ‘‘O Fundeb é extremamente importante, foi criado para dar uma sustentação maior a educação. Mas a nova proposta para o Fundeb, que fixa o valor, precisa de um estudo mais adequado para impedir que se cometa equívoco e traga problemas futuros para nosso Estado e o nosso país, pois hoje o Estado já tem obrigação de destinar 25% do orçamento para educação e, neste momento de pandemia, quando se precisa de mais recursos para saúde e as escolas estão paradas, esses 25% continuam tendo que ser gastos com educação. O mesmo aconteceria com essa proposta de fixar percentual para o Fundeb. O meu posicionamento é que o Fundeb fique do jeito que ele é atualmente’’.

ZELO PELA POPULAÇÃO

O governador e comitiva ainda visitaram a obra do Hospital Municipal de Ariquemes e a Apae (Associação de Pais e Amigos dos Expecionais). E para finalizar a agenda no município, esteve em uma igreja local, onde falou sobre os impossíveis que tem acontecido em sua gestão pela fé em Deus, que zela por um governo sem corrupção e pediu oração para enfrentar os desafios de fazer um governo que, de verdade, beneficie a população.

Fonte: 010 - SECOM - GOV/RO

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias