Segunda-Feira, 20 de Julho de 2020 - 11:50 (Política)

L
LIVRE

Deputado Anderson encaminha requerimento a bancada federal solicitando agilidade na tramitação e aprovação de projeto de lei que retorna com o Exame Revalida

Vale salientar que a última realização da prova do Revalida foi no ano de 2017, desde então os profissionais formados no exterior aguardam pelo exame para enfim poderem desenvolver suas atividades no país.


Imprimir página

O deputado estadual Anderson Pereira (PROS), encaminhou ao deputado federal Lucio Mosquini (MDB), coordenador da bancada de Rondônia no Congresso Nacional, requerimento solicitando que seja aprovado Projeto de Lei que antecipa a realização do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida). O pedido do parlamentar tem o intuito de evitar que faltem médicos diante da pandemia do novo coronavírus, já que os profissionais estão expostos constantemente ao vírus e sem o estoque necessário de equipamentos de proteção individual (EPIs).

O Exame do Revalida, do Ministério da Educação, serve para médicos brasileiros ou estrangeiros residentes no Brasil, graduados em instituições estrangeiras reconhecidas no país de origem, para que possam exercer a medicina em território brasileiro.

Em coletivas de imprensa e vídeos publicados em redes sociais, o secretário de Estado da Saúde, Dr. Fernando Máximo, que está internado na UTI com a covid19, alertou para a falta de médicos no enfrentamento a pandemia, tanto na capital quando no interior.

Vale salientar que a última realização da prova do Revalida foi no ano de 2017, desde então os profissionais formados no exterior aguardam pelo exame para enfim poderem desenvolver suas atividades no país. Atualmente há cerca de 15 mil médicos que obtiveram sua graduação no exterior e encontra-se inertes de suas funções.

"Temos em Rondônia muitos estudantes formados no exterior, prontos para atuarem na linha de frente desta pandemia, mas ficam impedidos devido a não abertura do Revalida, impossibilitando que estes profissionais peguem seus diplomas para poderem trabalhar no país", destacou Anderson Pereira.

Ressalta-se que o Estado de Rondônia assim como outras unidades da federação encontra-se com o efetivo comprometido, que as jornadas de trabalho têm sido exaustivas e diante do aumento constante no numero de pacientes e com hospitais de campanha em pleno funcionamento a necessidade de médicos para o atendimento é imprescindível.

Por esta razão que o deputado Anderson Pereira quer urgência na aprovação do Projeto de Lei 2052/2020, que dispõe sobre a contratação temporária de médicos que ainda não foram submetidos ao Exame Revalida, que encontra-se no congresso nacional para dar agilidade na validação dos diplomas de profissionais residentes no país em especial Rondônia para atuarem na linha de frente no combate ao novo coronavírus.

Fonte: Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias