Sabado, 18 de Julho de 2020 - 08:23 (Coronavírus)

L
LIVRE

Pacientes recebem alta em Vilhena e elogiam atendimento na Central de Atendimento à Covid-19

Recebidos pela família, pacientes comemoraram emocionados volta para casa


Imprimir página

VILHENA - Lágrimas de alegria, comemoração e alívio. O clima na saída da Central de Atendimento à Covid-19 de Vilhena estava repleto de emoções com a alta dos senhores Paulo Porto e João Batista, de 53 e 68 anos, respectivamente. Após vários dias internados na enfermaria da unidade, os pacientes foram recebidos por familiares e vibraram ao poder voltar para casa, recuperados.

"O tratamento é de primeiro mundo. Fui carinhosamente tratado, como um filho por um pai. A equipe é uma maravilhosa, o tratamento é coisa sem palavras. Não vou falar mais que estou emocionado. Eu venci a covid-19", agradeceu João Batista, de 68 anos, internado na unidade desde o dia 11 de julho.

A irmã de João, Hermelinda Gusmão, o aguardava ansiosamente. "Ele elogiava vocês o tempo todo. Quero agradecer de coração cada um. Realmente, é amor à profissão. Apesar dos riscos, vocês estão aqui, na linha de frente da batalha. Mas, Deus estará guardando vocês", disse, se dirigindo aos profissionais de Saúde.

Também recebeu alta, após seis dias internado, o paciente Paulo Porto, de 53 anos. "Essa equipe é maravilhosa, pois cuida da gente com muito amor e carinho. Se eu falar mal de alguém aqui, estarei sendo hipócrita. Quando entrei achei que não sairia vivo, mas hoje estou feliz e agradeço a Deus e à equipe", assegurou.

Acompanhando os pacientes, as profissionais de Saúde admitiram que o vínculo com cada paciente é intenso. "Para mim é muito gratificante ver cenas assim. Eles, pra gente, não são mais simples pacientes, porque a gente fica tanto tempo ao lado deles que parece que são da família. A gente fica muito feliz, mesmo, por ver eles indo para casa bem", conta, emocionada, a técnica de enfermagem Maria Aparecida de Souza.

A médica Ingrid Jeziorny também expressou sua alegria com a melhora de mais dois pacientes na Central. "Missão cumprida com eles, graças a Deus. Estou muito feliz! Cada um que sai daqui é uma vitória", garantiu.

ALERTAS - Mesmo que tenham apresentado evolução positiva dos sintomas, sem necessidade de internação, os pacientes ainda precisam seguir recomendações de segurança e cuidados como todos os demais. João ainda é considerado caso suspeito e aguardará o resultado do exame em casa, ainda em isolamento. Paulo já tem exame positivo para covid-19, continua sendo caso ativo e permanecerá também com recomendações de cuidados até completar o período de eliminação do vírus de seu corpo. Ambos deixaram alertas enfáticos à população.

"O recado que dou é que a pessoa se previna e se cuide, porque a doença mata mesmo. Muitas vezes não há recuperação", lembra Paulo. Ao mesmo tempo, João faz apelo em favor da prevenção. "Sejam conscientes, não é uma brincadeirinha. Graças a Deus o hospital aqui está mais calmo e que continue assim!", finaliza.

Nesta sexta-feira Vilhena registrou o menor número de internados dos últimos 30 dias, com seis internados, sendo apenas um no respirador, com possibilidade de ser extubado em breve. Ainda assim, a cidade se aproxima de registrar 900 casos confirmados de covid-19 desde o início da pandemia.

Fonte: Semcom-Vilhena

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias